"Somos Físicos". Assuntos diversos relacionados a Ciência, Cultura e lazer.Todos os assuntos resultam de pesquisas coletadas na própria internet.

Welcome To My Blogger

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

"Somos Físicos" Os Perigos dos Metais Pesados (Tratamento de Água)

Os perigos dos metais pesados na água!

Os metais sempre existiram na natureza


Nela, são encontrados em baixas concentrações, naturalmente, assim como em nossos corpos. Alguns são essenciais para o metabolismo dos seres humanos, pois são nutrientes. Por exemplo, nós humanos necessitamos pequenas concentrações de ferro, zinco, manganês, cobalto etc. para as nossas biomoléculas. Quando os metais excedem as concentrações aceitáveis, tornam-se prejudiciais e o corpo trata de eliminar o excedente. Outro exemplo: chumbo, cadmio, arsênico, níquel etc. não existem naturalmente em nosso corpo e nem necessitamos deles. Pelo contrário, qualquer concentração desses metais nos faz mal, como aos animais e à vida aquática em geral. O grave é que nem sempre o corpo consegue eliminá-los, transformando-os em doenças.
Quando os metais pesados são lançados na água-rio-mar (via dejetos industriais, de extração de minérios, das plantações com agrotóxicos, fazendas de criação de animais e de peixes, das galvanoplastias, curtumes, manufaturas de produtos eletrônicos, do chorume dos lixões ou mesmo por meio das nossas urinas contaminadas etc.); quando são lançados no ar (como vimos acima sobre São Paulo); ou quando consumidos via produtos (alimentos, medicamentos, batons, tintura de cabelo (pesquisa INMETRO , cosméticos, produtos de limpeza, cigarros (cadmio), na erva-mate (pesquisa ANVISA [8]), no mel comercializado em Brasília , chumbo e cadmio nos suplementos minerais para bovinos em Londrina  , arsênico em frangos e etc., enfim, quando esses fatores ocorrem de forma simultânea fecha-se um círculo que se auto contamina continuamente. Em outras palavras, as razões pelas quais os metais pesados invadiram nossa vida e o meio ambiente se deve a uma desequilibrada noção de progresso (no meu entendimento), e por uma ação exclusiva do Homem.
A ciência que estuda os efeitos nocivos das interações das substâncias com os seres vivos – existem estudos mostrando que cada metal pode apresentar um efeito toxicológico especifico sobre determinado ser vivo. Depende da bioacumulação dos metais pesados em seu corpo, depende da sua genética, ainda que todos sejamos afetados pelas mesmas concentrações do metal. Voltando ao exemplo do pintor Van Gogh que morreu envenenado por chumbo, a toxicologia nos diz que nem todos de uma mesma área, expostos ao chumbo do mesmo modo terão destino igual ao de Van Gogh, mas não sabemos quem terá.
Resultado de imagem para metais pesados brumadinho

Metais pesados contaminaram rio Paraopeba

Um dos mais significativos afluentes do rio São Francisco também foi atingido pela tragédia de Brumadinho

Doenças associadas aos metais pesados


Chumbo – ingerido é , depositado no esterno e ossos longos afeta o cérebro, rins, fígado, órgãos reprodutores e o sistema gastrointestinal. “O chumbo, por exemplo, atua como um anti-nutrientes e tem sido associado a delinquência e dificuldade de aprendizado em crianças, em parte porque esgota outros nutrientes vitais, tais como o magnésio, zinco e vitamina B1. Vários estudos mostram uma ligação clara entre liderança e um aumento do risco de perturbações mentais e, ainda, comportamento alterado” , segundo o Dr. Joseph Mercola, dos Estados Unidos. Para ele, estudos têm mostrado que a colocação de flúor na agua, para o abastecimento da população, pode aumentar a absorção de chumbo pelas crianças… Estudos no Brasil confirmam que o flúor potencializa e aumenta em 2 a 3 vezes a concentração de chumbo no corpo [13]. E ainda segundo o Dr. Mercola: o baixo nível de vitamina D e C pode afetar adversamente os níveis de chumbo, pois ambas ajudam na eliminação desse metal pesado pelo corpo. O chumbo no ar ambiente encontra-se na forma de tetraetila. Os moradores de cidades, bairros ou regiões com poluição densa estão mais propensos aos efeitos do aditivo da anticentelha da gasolina.
Alumínio – O alumínio é outro metal altamente tóxico que tem sido associado não só a problemas comportamentais, mas também a distúrbios cerebrais, dificuldades de aprendizagem, epilepsia, e à demência como o Alzheimer, pois esse metal tende a se acumular no cérebro. Sabe aquelas panelas de alumínio da cozinha? Evite usá-las para preparar os alimentos dos seus filhos pequenos. Evite a folha de alumínio para embrulhar sanduiches e alimentos. Alumínio está nas latinhas de refrigerantes, chás, cervejas e outros. Pesquisas mostram que chá de cavalinha, tintura de cavalinha e pepino orgânico (rico em sílica) ajudam a reduzir a carga corporal de alumínio [15]. Sílica, nesse caso, é o mineral que limpa.
Mercúrio – O mercúrio é extremamente tenaz. Uma vez no ar, água e solo, os níveis aumentam gradualmente ao longo do tempo, pois ele se acumula. A água doce dos rios e os ecossistemas estão cada vez mais contaminados por mercúrio, indicando não só o perigo do consumo de peixes como uma significativa redução das espécies. Os consultórios dentários são grandes contaminadores de mercúrio quando usam amalgamas (ligas metálicas para restauração de dentes) feitas de mercúrio. O dramático do mercúrio para o ser humano, segundo Boyd Haley, PhD, Professor Emérito de Química da Universidade de Kentucky, nos Estados Unidos, “é que ele atravessa suas membranas celulares e inibe as enzimas que seu corpo precisa para a produção de energia e para a remoção de toxinas. Mercúrio não mata rapidamente, como o cianeto. Ele mata de forma lenta e desleal” . Mercúrio destrói o cérebro, prejudica a audição e visão, tira o brilho da pele, consome a energia física, causa hipertensão e é inclusive causa de anemia. Muitas pessoas passam a vida doentes sem um diagnóstico que as cure. Mercúrio pode ser a causa! Cuidado com a tinta da tatuagem! Para escapar das amalgamas de mercúrio na boca de seus filhos, procure conhecer a odontologia biológica (que leva em conta os diversos fatores internos e ambientais que interferem na sua saúde bucal).
Cádmio – Nos Estados Unidos foram detectados chumbo e cadmio na metade dos chocolates analisados. Aqui não sabemos. O cadmio é encontrado em pilhas recarregáveis, baterias de níquel-cadmio, no tabagismo (a fumaça espalha cadmio), é encontrado em alimentos contaminados (que nem sempre sabemos quais são), em cosméticos, aparelhos eletrônicos e outros. No corpo humano ele provoca o endurecimento da personalidade e da fisiologia corporal. Ataca pulmões, rins, pele e coluna vertebral/ossos (reduz a densidade óssea, uma das causas de osteoporose e do aumento de fraturas ósseas). A chlorella, considerada um dos superalimentos, feita à base de algas (encontra-se à venda em loja de produtos naturais) é apontada aqui, na Alemanha e nos Estados Unidos como um alimento capaz de ajudar a expelir o cadmio do corpo.
Os perigos dos metais pesados na água!
Resultado de imagem para agua contaminada com metais pesados
As indústrias são as principais fontes de contaminação de metais pesados na água, seja em rios ou represas. A grande quantidade desses elementos nocivos à saúde vem aumentando os níveis de metais pesados nos ecossistemas aquáticos naturais, prejudicando a qualidade da água. Mercúrio, cádmio, chumbo, arsênico, cobre e cromo são alguns desses metais. Incineradores de lixo urbano também são causadores dessa poluição altamente reativa.
Resultado de imagem para agua contaminada com metais pesados
Quando a quantidade limite desses metais são ultrapassadas, eles se tornam tóxicos e podem ocasionar problemas de saúde para o ser humano. O contato com essas substâncias através da água pode provocar disfunções no sistema nervoso e aumentar a incidência de câncer.
É muito importante ter cuidados, pois não são apenas as regiões próximas de indústrias que podem ser afetadas pela incidência dos metais pesados. Os lugares mais afastados também podem ter consequências devido à movimentação das massas de ar.
Imagem relacionada
A VALE que até final de 2007 era conhecida pelo nome de Companhia Vale do Rio Doce, agora pelo nome de fantasia VALE, foi criada em 1942, e funcionou como empresa de capital misto, com 51% das ações sob controle do governo brasileiro, até 1997, quando o governo de Fernando Henrique Cardoso transferiu para grupos estrangeiros 43,71% das ações.
No território brasileiro ela possui concessões para pesquisar e explorar minérios numa área de 23 milhões de hectares. Concessões só com o direito de explorar, no Brasil é uma área de 8,7 milhões de hectares, em outros países a área é de 19,8 milhões de hectares, são eles: Angola, Argentina, Austrália, Chile, Gabão, Guiné, Mongólia, Moçambique, Peru e África do Sul.
Atua em 14 Estados brasileiros: Pará, Maranhão, Ceará, Tocantins, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
É a segunda maior mineradora do mundo, perdendo apenas para a anglo-australiana BHP Billiton. Tem 52.000 trabalhadores, no Brasil e no exterior, depois que teve que assumir 14.000 da INCO, empresa canadense adquirida em 2007.
É uma empresa que atua não apenas na mineração, mas também na implantação e exploração de logísticas: ferrovias, portos e navegação.
Produtos explorados e comercializados, de maior expressão: Minerais ferrosos: minério de Ferro, Manganês, ferro ligas e pelotas; Minerais não-ferrosos: Níquel, Cobre, Caulim, Potássio e Cobalto; Cadeia do Alumínio: Alumínio primário, alumina e Bauxita
Resultado de imagem para agua contaminada com metais pesados
Impactos da Mineração na Água
Nós usamos minerais todo os dias em coisas que nem imaginamos  em que eles estão presentes: o sal que adicionamos à nossa comida é a halita mineral (um sal de rocha de origem sedimentar de fórmula NaCl, com traços de iodo, bromo, ferro, flúor e silício, um cristal de aspecto branco um pouco rosado e transparente), comprimidos de antiácido são feitos a partir do mineral calcite, diversos minerais são utilizados na fabricação do lápis e as cores que a tinta tem são pigmentos e enchimentos feitos a partir de uma variedade de minerais. Os carros, as estradas em que nos deslocamos, os edifícios em que vivemos e os fertilizantes utilizados para produzir os nossos alimentos são todos feitos com minerais, como os nitrogênio, fósforo e potássio.
Resultado de imagem para agua contaminada com metais pesados
A América Latina é a maior fonte de minerais metálicos no mundo. A atividade mineradora consiste na extração de riquezas minerais dos solos e das formações rochosas que compõem a estrutura terrestre. Trata-se, assim, de uma das mais importantes atividades econômicas em todo o mundo. No entanto essa prática costuma gerar sérios danos ao meio ambiente. Aqui vamos focar nos danos causados à agua:
– Poluição dos recursos hídricos (superficiais e subterrâneos) pelos produtos químicos utilizados na extração de minérios;
– Sedimentação e poluição de rios pelo descarte indevido do material produzido não aproveitado (rochas, minerais e equipamentos danificados);
-Mortandade de peixes em áreas de rios poluídos pelos elementos químicos oriundos de minas;
– Contaminação de águas superficiais (doce e salgada) pelo vazamento direto dos minerais extraídos ou seus componentes;
– Aumento da turbidez e consequente variação na qualidade da água e na penetração da luz solar no interior do corpo hídrico;
– Alteração do pH da água, tornando-a geralmente mais ácida;
– Redução do oxigênio dissolvido dos ecossistemas aquáticos.
Para que estas questões sejam solucionadas, ou melhor evitadas, se faz necessário uma fiscalização ativa e eficiente nestas regiões proporcionando desenvolvimento econômico com menos impactos ambientais.
Resultado de imagem para peixes mortos por metais pesados
. https://mineracaosudesteparaense.wordpress.com/2010/07/17/um-pouco-sobre-a-vale/https://veja.abril.com.br/brasil/rio-paraopeba-esta-contaminado-com-metais-pesados-e-traz-risco-a-saude/https://www.iguiecologia.com/impactos-da-mineracao-na-agua/http://blog.aaguadasaude.com.br/os-perigos-dos-metais-pesados-na-agua/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADEÇO SUA VISITA.
VOLTE SEMPRE.