"Somos Físicos". Assuntos diversos relacionados a Ciência, Cultura e lazer.Todos os assuntos resultam de pesquisas coletadas na própria internet.

Welcome To My Blogger

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

O Taj Mahal (Contrastes na Índia)

 Resultado de imagem para taj mahal 

Milhões de pessoas vivem abaixo da linha de pobreza na Índia

A Índia é um destino com muitos contrastes e com uma cultura muito diferente da nossa. Desde a religião e o culto a animais sagrados, passando pela gastronomia com temperos exóticos até as divisões de castas, a Índia é um lugar surpreendente e muito interessante de se conhecer.

 Resultado de imagem para cultura da india

 Mas, quando pensamos em Índia, um dos principais ícones que se destaca é sem dúvida alguma o Taj Mahal. Conheça um pouco sobre a sua história e algumas curiosidades deste monumento no texto de hoje. Confira:

 Resultado de imagem para a lenda do taj mahal

Uma bela história de amor!


Localizado em Agra, a construção do Taj Mahal é considerada uma das mais importantes da história da humanidade, e é também a mais bela prova de amor já conhecida até hoje.

Durante muito tempo, o reinado do monarca Shah Jahan foi de muita prosperidade e tranquilidade. Dentre as várias esposas do rei, a predileta era Aryumand Banu Begam, que passou a ser chamada por Mumtaz Mahal, “a eleita do palácio”. Mas durante o nascimento de seu décimo quarto filho, a rainha não resistiu e morreu durante o parto. Ao longo de 2 anos após sua morte, não houve manifestações de alegrias, nem festas nem comemorações por todo o reino.

O rei, desolado e desamparado, ordenou então que fosse construído um monumento — um enorme mausoléu — que deveria abrigar o corpo de sua amada, para que o mundo não fosse nunca capaz de esquecer o enorme amor que sentia por ela. Shah Jahan não mediu esforços para que a sua homenagem fosse concluída.
 Resultado de imagem para a lenda do taj mahal

As maiores riquezas do mundo em um só lugar.


Em sua construção simétrica e devidamente enquadrada dentro de um jardim, o Taj Mahal reúne as maiores riquezas do mundo em um só lugar. Temos ali o mármore fino e branco da Índia, Lapis Lazuli do Afeganistão, Jade e cristais da China, Safiras do Ceilão, Turqueza do Tibet, Ametista da Pérsia, Ambar do Oceano Índico e ágatas do Yemen.
 Resultado de imagem para a lenda do taj mahal

O rei adoece e morre.


Depois de 5 anos que a construção foi concluída, o rei adoeceu e seu filho Aurangzeb assumiu o império. Durante sua enfermidade, Shah Jahan ficava contemplando e admirando o Taj Mahal e se lembrando dos dias felizes que teve ao lado de sua amada. Quando morreu, nada mais justo que fosse enterrado ao lado de sua esposa, sendo essa a única quebra de simetria de toda a construção.
 Resultado de imagem para as riquezas do taj mahal

Curiosidades diversas


  • É muito comum ouvir a história de que o rei queria construir seu próprio mausoléu todo em mármore negro, ao lado do Taj Mahal, e eles seriam ligados através de uma ponte de ouro. A construção nunca sequer foi projetada, não sabendo de fato se esta história é realmente verdadeira;
  • Considerado patrimônio da humanidade, atualmente, a preservação do Taj Mahal é responsabilidade de historiadores, restauradores e arquitetos;
  • Dependendo da intensidade da luz do sol ou da iluminação da lua à noite, o Taj Mahal apresenta cores diferentes e seus quatro lados são perfeitamente idênticos;
  • Foram precisos mais de 20 mil homens para construir o palácio e mais de mil elefantes foram utilizados durante os seus 22 anos de construção.

Com toda esta história de amor por trás de uma das maiores construções do mundo, com muros cobertos por inscrições tiradas do Alcorão, e com seus jardins maravilhosos que simbolizam o paraíso para os islâmicos, o Taj Mahal é parada obrigatória de mais de 3 milhões de turistas por ano quando o destino em questão é a Índia!
 Resultado de imagem para a pobreza em volta do taj mahal
 Resultado de imagem para as riquezas do taj mahalResultado de imagem para as riquezas do taj mahal
Resultado de imagem para as riquezas do taj mahal
Resultado de imagem para a pobreza em volta do taj mahal
http://blog.maxmilhas.com.br/destinos_/taj-mahal-a-historia-e-fatos-curiosos-a-respeito-desse-monumento

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

A Suécia- Um Modelo de Sucesso (Países Nórdicos)

 Resultado de imagem para suecia
Pense um instante e responda: qual o melhor exemplo de país socialista que você conhece? Cuba? Venezuela? Pode parecer improvável, mas uma monarquia de sete séculos com uma religião oficial de Estado tornou-se a resposta mais provável pra muita gente.
 A Suécia é um país belíssimo e tem uma paisagem espetacular, cidades incríveis, uma população educada (a maioria dos quais fala inglês) e uma história e cultura muito mais antigas do que o nosso Brasil. É um país voltado para as inovações e que deu ao mundo nada menos que o Prêmio Nobel, os carros da Volvo, os móveis da IKEA, as embalagens Tetra Pak, as roupas da H&M, a vodka Absolut, os grupos ABBA e Roxette, entre tantas outras coisas.
 Não apenas os suecos, mas estrangeiros também reclamam do clima o tempo todo. E eu sou apenas mais uma, principalmente quando há pouca luz do dia durante o inverno.

Resultado de imagem para suecia turismo
A Suécia e seu pesado Estado de Bem-Estar, com saúde e educação gratuitas, por anos foi fonte de inspiração para boa parte das reformas constitucionais mundo afora. Só há um problema com essa história: nem nós brasileiros, nem boa parte do mundo, entendemos o tal “modelo sueco” que desejamos replicar. Com um olhar mais atento, não é difícil perceber por que o socialismo passa longe das bases de sustentação da economia do país.
 Resultado de imagem para suecia
Muito mais do que um Estado que cobra pesados impostos sobre a renda dos mais ricos para pagar generosos benefícios (na Suécia, em média, o imposto de renda abocanha 44% da renda, podendo chegar até a 59% na maior alíquota), a Suécia é uma economia complexa e dinâmica, com elevado grau de produtividade, e características fundamentais de uma sociedade de mercado, como respeito à propriedade privada, burocracia reduzida, poucas dificuldades para se abrir ou manter um negócio e facilidade para se comercializar.
 Resultado de imagem para suecia
País com alto padrão social, a Suécia está localizada no norte da Europa, mais precisamente na península Escandinava. Seu território, banhado pelo Mar Báltico e pelo Golfo de Bótnia, limita-se a oeste com a Noruega e a nordeste com a Finlândia. O país possui cadeias montanhosas, recifes e vários fiordes, que são golfos cercados de montanhas.
Sua população é de aproximadamente 9,2 milhões de habitantes, sendo que a maioria reside em áreas urbanas: 84,6%. Estocolmo, capital nacional, é a cidade mais populosa, com 810.120 habitantes. Outras cidades de grande concentração populacional são Göteborg (500.197), Malmö (286.535) e Uppsala (190.668).
Resultado de imagem para suecia
Os suecos destinam grande parte de seus salários ao pagamento de impostos, que estão entre os mais altos do mundo. No entanto, esses tributos são bem aplicados pelo governo e revertidos em benefícios para a população. São oferecidos vários serviços gratuitos de qualidade: educação, saúde, infraestrutura, previdência social, entre outros.
Resultado de imagem para suecia turismo
Esses aspectos refletem no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) nacional. De acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), a Suécia, com média de 0,885, detém o 9° maior IDH do planeta. O país se destaca por apresentar uma das menores taxas de mortalidade infantil (apenas 3 para cada mil nascidos vivos); praticamente todos os habitantes adultos são alfabetizados; e a expectativa de vida é de 83 anos.
Resultado de imagem para suecia
A economia do país é diversificada e bastante industrializada. Os principais segmentos são o de telecomunicações, mecânico, eletrodoméstico, eletrônico, automobilístico, químico, siderúrgico, construção naval, máquinas e equipamentos. A floresta de coníferas na Suécia proporciona a exploração da madeira para a produção de papel. A nação também abriga grandes reservas de minério de ferro, que é extraído e exportado.



 
 Estocolmo, capital sueca
http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/suecia.htmhttp://spotniks.com/sabe-aquela-historia-que-a-suecia-e-o-socialismo-que-deu-certo-entao-e-mentira/

terça-feira, 13 de setembro de 2016

A Noruega-Líder em Qualidade de Vida (Países Nórdicos)

 Resultado de imagem para imagens noruega 
Aurora Boreal, Sol da Meia-Noite, Vikings, Frozen...Esta é a Noruega, referencia mundial.

Noruega, a receita do país que lidera o desenvolvimento humano no ranking da ONU

Este "poder silencioso" é o país que funciona melhor na Europa. Cresce, ele não tem desemprego e da dívida é mínima.
O que você sabe sobre a Noruega? Esse país nórdico está localizado na Escandinávia, extremo norte da Europa, e conta com inúmeras curiosidades, belas paisagens e riquezas culturais de quase um milênio – também tido como um dos melhores e mais seguros países para se viver do mundo. 
 Resultado de imagem para imagens noruega
Primeiramente, o nome oficial da nação é Reino da Noruega, possuindo o curioso formato geográfico continental de uma colher retorcida (além de conter várias ilhas), fazendo fronteira com os países da Suécia, da Finlândia e da Rússia. Todo o seu território é bastante gelado, com breves verões amenos (com máximas de 25°) e longos invernos rigorosos com grandes quantidades de neve (em alguns locais os termômetros batem os 40°C negativos!).

Publicidade

No período que vai de maio a junho, algumas regiões possuem mais de 20 horas de luz solar por dia, graças à latitude do país. Contudo, no período que vai de novembro a janeiro, o sol quase não se levanta do horizonte, fazendo com que os dias sejam tão escuros quanto as noites (algo não muito animador). Isso ocorre principalmente nas regiões dos fiordes e no extremo norte do país. Por falar em fiordes, você sabe o que são eles?

Fiordes e Vikings


Os fiordes são formações geológicas caracterizadas por entradas do mar entre altas montanhas, como se criassem rios do oceano no próprio continente, formações de locais que possuíram ou possuem geleiras. Eles são bem comuns na Noruega, especialmente na costa oeste, podendo atingir centenas de quilômetros dentro do continente. Quanto ao povo do país, podemos afirmar, como os próprios noruegueses afirmam, que a Noruega é o berço de grande parte da cultura dos vikings.

 
Fonte da imagem: Reprodução/Viking

A Era dos Vikings foi extremamente importante para unificar os povos nórdicos e dar origem às mitologias da região, como bem conhecemos hoje, com Odin, Thor, Loki, entre outras tantas divindades – e os trolls, é claro. Nesse período, o povo viking também colonizou outras regiões da Europa, como cidades da Escócia e da Irlanda – inclusive, a capital do país, Dublin.

O termo viking é aplicado para se referir aos exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos que viviam onde hoje está a Noruega, Suécia e Dinamarca. Ao contrário das concepções populares que temos atualmente sobre os vikings, eles provavelmente bem eram diferentes do que imaginamos, já que o termo adquiriu um teor mais caricato e selvagem no século 20. Inclusive, alguns registros históricos apontam que eles não utilizavam as típicas barbas grandes e os elmos com chifres que vemos por aí – ideias que foram incorporadas posteriormente.
 Resultado de imagem para imagens noruega 
Noruega é o país da qualidade de vida. Com o maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do mundo, é referência em igualdade social, segurança, longevidade, sustentabilidade e educação. Não à toa, a ONU a considera uma das quatro nações mais felizes do mundo.
 Esse país de 5 milhões de habitantes tem outra característica que o torna ainda mais atrativo para intercambistas: a maior parte de seu sistema educacional é gratuita, inclusive para estrangeiros. E o melhor: há mais de 200 cursos universitários oferecidos em inglês, a maioria deles de mestrado e doutorado.

No entanto, é preciso lembrar que a Noruega tem um dos custos de vida mais altos do mundo. Ou seja, embora estudar em uma universidade possa sair de graça, o intercambista ainda precisa arcar com acomodação, alimentação e transporte, por exemplo. O governo norueguês permite que o aluno internacional trabalhe meio período (20 horas semanais).

Apesar do alto custo de vida, aventurar-se neste país nórdico pode valer muito a pena, especialmente se o seu interesse for por áreas como sustentabilidade. A capital Oslo é apontada como a terceira cidade mais verde da Europa pelo Green City Index e é a líder do continente em relação à energia renovável. Outros setores em que a Noruega é referência são estudos do petróleo, biologia marinha e direitos humanos.Resultado de imagem para imagens noruega
Hoje os noruegueses são em grande parte protestantes (luteranos), com um total de quase 80% da população. Entretanto, somente 20% dessas pessoas dizem que realmente se importam com o aspecto religioso, fazendo dos noruegueses um dos povos menos religiosos do mundo. Além disso, apenas 2% das pessoas da Noruega frequentam as igrejas semanalmente, um número bastante baixo para o porte do país.

Já em aspectos econômicos, os números são bem maiores. A nação possui o segundo maior PIB per capita nominal do mundo, sendo proporcionalmente um dos países mais ricos do planeta. Como se não bastasse, a Noruega detém o primeiro lugar mundial no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que envolve e analisa dados como educação e qualidade dos padrões de vida das pessoas – os noruegueses também estão entre os povos do mundo que mais estudam.
 
Resultado de imagem para imagens noruegaResultado de imagem para imagens noruegaResultado de imagem para imagens noruegaResultado de imagem para imagens noruega
Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

A capital do país é Oslo e é famosa por suas construções e pequenos prédios coloridos (algo que é bastante comum nos países nórdicos). É a maior cidade do país, com quase um milhão de habitantes, sendo que o país possui um total de cinco milhões de habitantes, aproximadamente. Curiosamente, a cidade está entre os centros urbanos mais caros do mundo para se viver, junto com Paris e Tóquio.

Curiosidades diversas sobre a Noruega

1 – “Noruega” quer dizer em norueguês “caminho para o norte”.
2 – Juntas, Noruega, Suécia e Dinamarca formam a Escandinávia (Finlândia e Islândia não fazem parte oficialmente desse conjunto).
3 – Os preços de combustíveis na Noruega estão entre os mais caros do mundo (mesmo que o país exporte combustíveis) para estimular as pessoas a utilizarem o transporte público (que, por sinal, é eficiente e de extrema qualidade) e poluam menos.
4 – O túnel de Laerdal é o maior túnel do mundo, com 24 quilômetros de extensão.
5 – A Noruega é um dos países mais ricos do mundo, além de ser considerado o mais pacífico.
6 – Você só pode comprar álcool no país em lojas específicas chamadas “Vinmonopolet”. As cidades só possuem uma ou duas dessas lojas, sendo que em vilarejos é quase impossível encontrar álcool para comprar.
7 – Se você é preso dirigindo alcoolizado na Noruega, as penas são extremamente severas. Você ficará 30 dias na prisão sem poder pagar fiança, além de perder a licença automaticamente por um ano inteiro e pagar impostos que passam dos 10% de sua renda mensal.
8 – Lojas de comida não abrem no domingo.
9 – Existem mais de 450 mil lagos na Noruega.
10 – Se você possui uma televisão na Noruega, é preciso pagar uma taxa de US$ 300 por ano.

 
Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock
11 – O recente musical da Disney, Frozen, é inspirado em um conto dinamarquês, porém todo o visual do filme é baseado nas paisagens e na cultura da Noruega.
12 – As taxas de suicídio são realmente altas no país (aproximadamente 10 pessoas em 100 mil cometem suicídio), e muitas justificativas dizem que o tempo constantemente nublado, frio e chuvoso é um dos responsáveis por manter os noruegueses mais deprimidos.
13 – Infelizmente, o país também é extremamente conhecido pela caça de baleias, uma tradição cultural de séculos. Estima-se que 600 baleias são mortas todos os anos nas costas do país como parte da tradição.
14 – É proibido por lei morrer na cidade de Longyearbyen. O governo proibiu de enterrar os corpos por lá por que foi detectado que o extremo frio não permite que os corpos entrem em decomposição, congelando-os por completo. Sinistro, não?
15 – A aurora boreal é um fenômeno natural que pode ser observado na Noruega, composto por brilhos multicoloridos que ocorrem em decorrência das partículas de vento solar e a poeira espacial.
 Resultado de imagem para imagens noruegaResultado de imagem para imagens noruegaResultado de imagem para imagens noruegaResultado de imagem para imagens noruegaResultado de imagem para imagens noruegaResultado de imagem para imagens noruegaResultado de imagem para imagens noruega
 http://www.megacurioso.com.br/proxima-parada/42631-proxima-parada-noruega-veja-curiosidades-do-pais-de-origem-dos-vikings.htm

Dinamarca – o País mais feliz do Mundo. ( Países Nórdicos)

Resultado de imagem para imagens dinamarca 
Quem não se lembra de Caco Antibes, personagem de Miguel Falabella no programa de humor – Sai De Baixo, que se descreve como um príncipe dinamarquês. Brincadeiras a parte, a Dinamarca sempre foi colocada no programa como conceito de cidadãos de nobre estirpe e um relatório da felicidade mundial emitido em 2013 pela Organizações da Nações Unidas – ONU, declarou a Dinamarca como o país mais feliz e Copenhague como a cidade mais habitável do mundo.
A cultura dinamarquesa é conhecida pela arquitetura, arte, música, filmes, teatro, balé e ópera. A maior parte dos dinamarqueses vive uma vida tranquila e tem um estilo de vida moderna. 

A Dinamarca é apontada como um dos países mais ricos do mundo, e de entre os vários factores que podem ser avançados como causa, o elevado nível de produtividade é, sem dúvida, um dos que encabeça a lista. Uma cultura muito positiva e auto--favorecedora que se expande às organizações, explica parte do fenómeno.
 Resultado de imagem para imagens dinamarca
Com uma economia francamente saudável, crescendo anualmente quase sempre a um ritmo superior ao dos restantes países da União Europeia, este país tem um dos PIB per capita mais elevados, a contrastar com o cenário português.
Menos concreto, mas igualmente indicador de sucesso, é o 1º lugar que a Dinamarca ocupa no ranking de povos que se auto--classificam como os mais felizes do mundo, pelo que a cultura merece um foco especial, numa referência ao país.

A formar mais um contraste com as características lusas, desta feita cultural, os dinamarqueses, em traços gerais, são confiantes, não se prendem por convenções sociais, são fortes defensores do que constroem e dão primazia ao produto dinamarquês, vêm a vida pelo lado prático e sabem viver. Donos de uma mentalidade que os beneficia, os dinamarqueses no trabalho são, além de produtivos, muito rigorosos, altamente profissionais e sustentam uma fortíssima noção de gestão de pessoas. Um conceito que parece indispensável e absolutamente enraizado na Dinamarca está ainda na fase da teoria em Portugal, com grande défice de valorização e aplicação prática.
 Resultado de imagem para imagens dinamarca
 Copenhague
Na cultura organizacional típica dinamarquesa, gerir pessoas é sinônimo de desenvolver potenciais, com a perfeita consciência de que o profissional e o ser humano são indissociáveis. A componente da vida pessoal é, antes, altamente valorizada e entendida como mais um vector em estreita ligação com a produtividade. Todo o sistema coopera a favor do bem-estar no trabalho e fora dele, sendo o processo de responsabilização feito pela via da liberdade e confiança, o que é perfeitamente integrável num povo altamente focado no cumprimento de regras, respeitador, e com um forte sentido de honestidade.
Em benefício da qualidade de vida, o horário de saída na Dinamarca em média não vai além das 16h30, e não só é suposto, como é natural que seja respeitado. A carga de trabalho é adequada à carga horária que, por regra, ronda as 7 horas por dia, com cerca de meia hora de almoço, atingindo níveis de produtividade altamente satisfatórios.
O tempo é muito valorizado, e 5 minutos de atraso sem aviso prévio podem ser suficientes para o cancelamento de uma reunião neste país. O rigor não é descurado e está a favor de um profissionalismo levado à letra, sendo o conceito relativo do “mais ou menos”, ao jeito português, pouco tolerado na Dinamarca.
 Resultado de imagem para imagens dinamarca
 Copenhague
O conceito de motivação está, por arrasto, muito desenvolvido, e não passa apenas pela componente salarial. Boas condições de trabalho e a noção da necessidade de evolução, formação, e valorização permanente de cada membro, estão na base de níveis de desempenho altamente satisfatórios. A teoria dinamarquesa advoga que os recursos humanos só encontram condições de atingir o seu potencial e desenvolver-se positivamente quando bem geridos. Inserido está, ainda, o conceito absoluto de valorização pelo mérito, em que os bons resultados são estrategicamente enaltecidos, numa cultura pró-competência, informal e completamente anti-doutores.
Outros tantos elementos culturais, ao serviço do sucesso do país, poderiam ainda ser apresentados.
 Resultado de imagem para imagens dinamarca

 Copenhague
Seguindo o exemplo da Dinamarca, ou de outros, é indispensável a Portugal uma viragem cultural, que se arraste não só às organizações, como à mentalidade geral de um povo, ainda pouco consciente do seu papel em prol do país. É também nas novas gerações e muito nas que se aventuram por experiências além fronteiras, ganhando uma visão mais abrangente e mais completa do país, que está parte da matéria que pode fazer uma viragem de postura, de mentalidade e de cultura em Portugal. 
 Resultado de imagem para imagens dinamarcaResultado de imagem para imagens dinamarca
Resultado de imagem para imagens dinamarca  
Castillo de Rosenborg (Dinamarca)
Resultado de imagem para imagens dinamarca
 http://visaocontacto.blogs.sapo.pt/36348.htmlFuente: http://www.arqhys.com/fotos-del-castillo-de-rosenborg-dinamarca.html

domingo, 11 de setembro de 2016

A Cultura Nórdica


Resultado de imagem para paises nordicos
Escandinávia
Além da beleza exuberante das paisagens gélidas, os países nórdicos (Suécia, Noruega, Islândia, Finlândia e Dinamarca) são interessantes por diversos outros aspectos. Confira nessa lista 6 curiosidades sobre esses países.
 Resultado de imagem para paises nordicos

Suécia

1 – Domínio no Ranking de IDH

No Índice de Desenvolvimento Humano, é visível a boa condição de vida dos que vivem nos países nórdicos. A Noruega, por exemplo, lidera o ranking com IDH 0,944. A Dinamarca aparece logo em seguida, em 3º lugar, com IDH 0,923. Mais para baixo no ranking, encontram-se Suécia (14º), Islândia (16º) e Finlândia (24º). Para efeito de comparação, o Brasil é o 75º colocado no ranking, com IDH 0,755.
 Resultado de imagem para paises nordicos

 Áustria

2 – Vulcões

De acordo com o portal Islândia Brasil, a Islândia possui nada mais, nada menos que 22 vulcões ativos, 250 áreas geotermais e 780 fontes quentes. Quando em atividade, esses vulcões podem atingir os outros países da região, dada a proximidade entre eles.
 Resultado de imagem para paises nordicos
Dinamarca
 
3 – Suicídio Apesar de ser conhecida como uma das regiões do mundo com maior índice de suicídio, em um ranking da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a taxa de suicídio, o primeiro país nórdico a aparecer é a Finlândia, na 33% colocação. Os finlandeses, de acordo com os dados da OMS, cometem 14,8 suicídios a cada 100 mil habitantes por ano. Para efeito de comparação, o Brasil ficou na 112ª posição, com 5,8 suicídios a cada 100 mil habitantes por ano.

 Resultado de imagem para paises nordicos

Finlândia

4 – Hamlet

Se você conhece Hamlet, de William Shakespeare, provavelmente deve se lembrar que a história toda acontece na Dinamarca.

 Resultado de imagem para paises nordicos

Islândia

5 – Frio

A região é conhecida por ser muito fria, e muitos procuram seus países para encontrar neve e temperaturas baixas. Na capital da Noruega, Oslo, de acordo com o ‘Climate Data’, as temperaturas mais altas não passam de 20ºC durante o verão. Já no inverno, é comum que que os termômetros cheguem a até -6ºC. Em Helsinki, na Finlândia, as temperaturas são parecidas. O mesmo portal aponta que a capital finlandesa chega no máximo a 20,8ºC no verão, e pode alcançar -8,2ºC no inverno.

 Resultado de imagem para paises nordicos

 Noruega

6 – População Carcerária

De acordo com dados do ‘Prison Studies’, do Institute for Criminal Policy Research, os países nórdicos possuem uma das menores taxas de encarceramento do mundo. A Islândia, por exemplo, aparece apenas na 203ª posição no ranking, com 44 presos a cada 100 mil habitantes. Finlândia e Suécia possuem, de acordo com a lista, 57 e 55 presos por 100 mil habitantes, respectivamente. Mais adianta, aparecem Dinamarca, com 61/100 mil e Noruega, 71/100 mil. Como comparação, o Brasil é o 31º colocado do ranking, com 301 presos a cada 100 mil habitantes.
Resultado de imagem para paises nordicos

Escandinávia

Bebês são largados no frio sempre que possível

Se tem uma coisa que você esperaria de um povo que vive no clima congelante do norte da Europa é que ele protegesse os pimpolhos do vento gelado, talvez só saindo de casa com o rebento depois que ele completasse pelo menos um ano de idade. Isso é certamente o que nós, brasileiros, faríamos. Afinal, passamos séculos ouvindo nossos avós dizerem que andar descalço dá dor de garganta, que pegar vento dá pneumonia, e que sair de cabelo molhado dá tuberculose. Basicamente, passamos séculos sendo convencidos de que o frio é uma coisa que deve ser evitada a todo custo.
No entanto, contra todas as expectativas, os povos nórdicos acolhem o tempo frio de tal forma que quase beiram os maus tratos. Isso porque é costume por lá deixar os bebês cochilar ao ar livre, principalmente no inverno.
nórdicos
O que explica, talvez, por que é hábito comum deixar as crianças estacionadas na calçada enquanto os pais fazem compras ou vão tomar um café.

Resultado de imagem para paises nordicos 
 Dinamarca
Ao contrário daqui, a regra geral por lá é de que o frio faz com que as crianças cresçam mais fortes e resilientes. A recomendação é de que os bebês passem a aproveitar cochiladas ao ar livre à partir dos dois meses de idade (bem empacotados em várias camadas de roupa e cobertores, claro). O mais impressionante é que, apesar de não ter sido provado que o frio realmente faz bem para a criança, foi provado que mal ele não faz. As crianças nesses países não são mais doentes do que as de outros lugares no mundo, nem tem mais pneumonia, nem tem sua alma roubada pelo monstro do frio.
nórdicos
Então acho que já podemos parar de empacotar os nossos bebês em gorro e luvas toda vez que o termômetro bate 20°C, néam?

Resultado de imagem para paises nordicos

 Dinamarca

Durante os primeiros seis anos de escola, as crianças não são avaliadas (na Finlândia)

Como é de se esperar de um país nórdico, escola na Finlândia é 100% pública e de excelente qualidade. Isso não significa que os alunos andem todos alinhandinhos de sainha e gravata, recitando o alfabeto, sendo respeitosos em sala de aula e brigando para ver quem é o nerd da turma. Muito pelo contrário: além de só começar a frequentar a escola à partir dos sete anos de idade, as crianças finlandesas não precisam usar uniforme, raramente fazem provas, recebem menos de meia hora de lição de casa, e mais de uma hora de recreio por dia. Para completar, pelos primeiros seis anos de educação escolar elas não são avaliadas, sendo até ilegal dividir as classes de acordo com as notas, habilidades ou QI de cada um (como tantas de nossas escolas voltadas ao vestibular gostam de fazer).
nórdicos
Vestibular? O que é isso, alguma brincadeira?

Resultado de imagem para paises nordicos 
Suécia
Apesar de parecer uma festa esculhambada, educação na Finlândia dá mais certo do que o modelo tradicional e é tratada como prioridade. As escolas e professores são altamente qualificados, oferecendo aulas particulares a todo e qualquer aluno que estiver com maior dificuldade. Para se ter uma idéia, a Finlândia possui o mesmo número de professores que a cidade de Nova York, apesar de possuir quase metade do número de alunos. Tudo isso resulta em estudantes que ficam em primeiro em praticamente todos os rankings internacionais e prova que o nosso modelo de educação está muito mais defasado do que nós imaginávamos.

Resultado de imagem para paises nordicos

 Dinamarca

É normal a filha trazer o namorado para dormir em casa (ou vice-versa)

A Dinamarca é a prova de que uma educação mais liberal em relação a sexo só traz benefícios. As crianças dinamarquesas falam abertamente com os pais sobre sexo desde pequenas e quando atingem 15, 16 anos, já são independentes o suficiente para que os pais confiem a elas decisões sobre a própria vida sexual. Por esse motivo, ninguém acha ruim quando o filho ou a filha traz alguém para dormir em casa – mesmo entre adolescentes. No Brasil, estamos acostumados com o discurso hipócrita dos pais: “não debaixo do meu teto”, mas isso simplesmente não acontece na Dinamarca. Ao invés de ir para um motel ou fazer sexo desconfortável no carro ou nas escadarias de algum lugar, os adolescentes dinamarqueses simplesmente levam o namoradinho(a) para casa, sem dar qualquer tipo de satisfação para os pais – ou melhor, sem serem intimados a dar algum tipo de satisfação. E ainda aproveitam um bom café-da-manhã em família no dia seguinte, sem constrangimentos.
nórdicos
Já acordaram, safadinhos?
Além disso, os adolescentes podem facilmente obter camisinhas, pílulas anticoncepcionais e pílulas do dia seguinte gratuitamente do governo, o que faz com que as relações sejam muito mais seguras.

 Resultado de imagem para paises nordicos

Ninguém trabalha demais

No Brasil, a figura do trabalhador é exaltada. Nós enchemos a boca para falar sobre isso. Se o cara está indo bem, é porque ele é trabalhador. Se está indo mal, é porque é preguiçoso, não quer trabalhar. Desse quesito em si, eu já falei em outro texto, mas falando puramente de trabalho, não dá para entender por que é que nós achamos que trabalhar doze horas por dia, fazer pós-graduação à noite e mal ter tempo para ver o parceiro e os filhos ou ter uma vida social é tão louvável? Isso é exatamente o oposto do que pensam os povos nórdicos.
nórdicos
99.9% de chance de que não é o chefe do outro lado da linha.
Para começo de conversa, nos países nórdicos família vem em primeiro lugar. É tão importante que norteia grande parte do estilo de vida no país, desde os horários de trabalho, até os benefícios governamentais. É por esse motivo que raramente você vai ver um dinamarquês trabalhando depois das 17h, mesmo na capital (a idéia é que a família sempre tenha tempo de jantar junto à noite). Além disso, trabalho é proibido no fim de semana. Mesmo o comércio, tão importante, tem grande parte de suas lojas fechadas de sábado e domingo. Pode parecer desleixo, mas na verdade essa atitude em relação ao trabalho contribui consideravelmente para o bem-estar da população. Copenhague, por exemplo, a capital dinamarquesa, ostenta com orgulho o título de cidade mais feliz do mundo. Mesmo sem supermercado de domingo.

Resultado de imagem para paises nordicos

A comida típica dos nórdicos costuma ser fria

Quando você pensa em países nórdicos, provavelmente imagina neve, uma lareira e uma boa e fumegante sopa no pão. Estranhamente, no entanto, as comidas típicas dos escandinavos costumam ser frias: conservas, peixes defumados ou em salmoura, sanduíches abertos de pão preto e pepino.
Dá para entender que, no passado, fazer conservas de tudo no auge do inverno era a melhor saída, mas esse gosto perdurou e permanece até hoje. Os pratos quentes existem também, claro, mas geralmente são servidos somente no jantar e não recebem tanta atenção como os pratos frios. Por exemplo, o prato típico mais conhecido (e consumido) na Dinamarca é o smørrebrød – um sanduíche aberto no pão de centeio que pode receber uma variedade de coberturas frias, desde cortes frios como rosbife, peito de peru, etc, até peixe defumado, caviar, legumes em conserva ou qualquer outra coisa que você tiver na geladeira.
nórdicos
O céu é o limite.
E isso tudo não é só coisa para a turistada ver. A galera come isso mesmo diariamente – vi com meus próprios olhos. E experimentei. E não é que o tal do smørrebrød é gostoso mesmo?
nórdicos
Não que eu vá começar a almoçar pão com pepino e arenque marinado, mas pra um lanchinho não é nada mal.
 http://nodeoito.com/metodos-surpreendentes-paises-nordicos/
 http://misteriosdomundo.org/6-curiosidades-interessantes-sobre-os-paises-nordicos/