Welcome To My Blogger
O Blogger "Somos Físicos" aborda assuntos diversos relacionados a Ciência, Cultura e lazer.Todas as postagens são pesquisas e coletadas na internet.

Welcome To My Blogger

terça-feira, 16 de agosto de 2016

O Glicerol ou Termo Comercial, A Glicerina (Química)

 O glicerol é um composto orgânico que pertençe a função álcool, glicerina é um temo comercial para o produto com pureza acima de 95 %.

A glicerina ou glicerol ou 1,2,3-propanotriol, é um álcool alifático trivalente de fórmula molecular 
CH2OH-CHOH-CH2OH. 

 
 É um líquido viscoso, incolor, doce (aspeto xaroposo) e higroscópico ao ar. É miscível com a água e com álcool mas insolúvel em alguns solventes orgânicos como hidrocarbonetos, éteres e acetato de etilo.
A glicerina foi descoberta por Scheele, em 1779, que a obteve como um dos produtos da hidrólise do azeite. 
Gordura Vegetal

 
Esta encontra-se muito espalhada na Natureza sob a forma de ésteres dos ácidos gordos, denominados glicerídeos, que são os constituintes fundamentais das gorduras e dos óleos gordos. 

GLICÉRIDOS São misturas de ésteres onde temos: → parte alcoólica → glicerina ou propanotriol → parte ácida → ácidos graxos superiores O ║ H 2 C – O – C - R O ║ H C - O – C - R O ║ H 2 C – O – C - R 
Os glicerídeos representam os óleos e as gorduras naturais.  GORDURAS → ésteres de glicerina e ácidos graxos saturados.  ÓLEOS → ésteres de glicerina e ácidos graxos insaturados
  Na prática um glicerídeo é gordura. Quando na temperatura ambiente é um sólido e será um óleo quando for um líquido na mesma temperatura. 
Em termos industriais há o interesse em transformar óleo em gordura. Para isso, basta efetuar a hidrogenação catalítica - a margarina é um exemplo. 
 
A glicerina obtém-se como produto secundário na saponificação das gorduras, que quimicamente são ésteres dos ácidos carboxílicos superiores (fabrico de sabões, estearina, ácido oleico).
Sinteticamente, pode ser obtida a partir do propileno obtido quer no processo de cracking do petróleo, quer nas instalações de produção de coque. Logo, ela não vem dos animais.
A glicerina aplica-se sobretudo na obtenção de resinas alquídicas por reação com ácidos dibásicos, usadas em revestimentos. 

 
 Aplica-se também em preparações farmacêuticas e cosméticas, no tratamento do tabaco antes de ser elaborado de modo a evitar a sua fragmentação, na indústria alimentar no fabrico de xaropes e gelados, como lubrificante, como solvente, como anticongelante, como plastificante nos artigos de borracha e para a obtenção da nitroglicerina e da dinamite.
A esterificação da glicerina com ácido nítrico origina o trinitrato de glicerol, mais conhecido por trinitroglicerina, que é um poderoso explosivo usado no fabrico da dinamite.
Fonte: Infopédia


Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADEÇO SUA VISITA.
VOLTE SEMPRE.