Welcome To My Blogger
O Blogger "Somos Físicos" aborda assuntos diversos relacionados a Ciência, Cultura e lazer.Todas as postagens são pesquisas coletadas na internet.

Welcome To My Blogger

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Cuidado com o Triglicerídeos! (Bioquímica)

 
Os lipídios (nome científico das gorduras) são extremamente necessários para que o nosso organismo trabalhe adequadamente! Eles estão presentes na composição das vitaminas, das lipoproteínas, da membrana celular, entre outras. Acumulam três funções básicas para a manutenção da nossa sobrevivência, que são:
• Manter a temperatura corporal estabilizada;
• Impedir choques mecânicos;
• Produzir os nossos hormônios;

Portanto, apesar de ser um elemento calórico, não dá para excluir a gordura da nossa alimentação. É preciso reduzir na quantidade e, acima de tudo, saber distinguir as vilãs das mocinhas. 

Os triglicerídeos


Triglicerídeos Triglicérides, ou triglicerídeos, são um tipo de gordura, composto por uma molécula de glicerol e três moléculas de ácidos graxos. São a principal forma de estocagem de energia dos animais, que os acumulam no tecido adiposo na forma de gordura. O nível alto de triglicerídeos está associado a um aumento no risco de doenças do coração, especialmente quando está associado a colesterol alto e outros fatores de risco.
3 Doenças associadas Os níveis altos de colesterol sangüíneo aumentam muito o risco do indivíduo apresentar doenças graves, tais como: angina pectoris (uma dor no peito de origem cardíaca); infarto do miocárdio; acidente vascular cerebral e problemas de circulação em outros locais do corpo. Todas essas doenças ocorrem porque o colesterol aumentado no sangue acaba se depositando nos vasos sangüíneos (artérias) com o passar do tempo, na forma de gordura, e isso leva finalmente a obstrução da artéria. Assim, o sangue não consegue mais circular pelo vaso atingido. Essa obstrução das artérias pela deposição de gordura nas suas paredes é conhecida como aterosclerose.  



 Gorduras saturadas e Gorduras trans
Para início de conversa é importante explicar porque as gorduras podem ser ruins para o nosso corpo. Muitos de nós escutamos a vida toda que elas fazem muito mal, mas não entendemos realmente a razão disso, né?
 Os ácidos graxos (AG) insaturados recebem a denominação de trans quando a configuração estrutural dos dois átomos de hidrogênio ligados aos átomos de carbono, onde está localizada a dupla ligação, está em lados opostos da cadeia carbônica. Normalmente, não é essa a configuração que se encontra nos sistemas biológicos de mamíferos, e sim a configuração estrutural cis, em que os dois átomos de hidrogênio ligados aos átomos de carbono, formando a dupla ligação, encontram-se do mesmo lado. Veja na figura abaixo a diferença da estrutura química entre ácidos graxos trans e cis.


Os AG trans são originados pelo processo de hidrogenação, onde ocorre a eliminação de duplas ligações da cadeia de carbono dos AG e inversão da disposição dos átomos de hidrogênio, modificando a estrutura do ácido graxo e dando assim origem aos ácidos graxos trans. Esta reação é realizada para converter óleos vegetais líquidos em gorduras sólidas ou semi-sólidas, sendo utilizada na fabricação de margarinas, gordura para fritura, massas, sorvetes, bolos, salgadinhos de pacote, biscoitos, batata-frita, dentre outros alimentos industrializados. Estes AG também estão presentes, em pequena quantidade, em alimentos de origem animal, como carne e leite.
A pequena modificação estrutural dos AG cis e trans causa uma grande diferença na elaboração do produto alimentício. Os AG trans possuem uma conformação linear e mais rígida, fazendo com que as moléculas fiquem mais próximas umas das outras, aumentando a interação entre elas. Com isso, esses ácidos graxos são termodinamicamente mais estáveis e resistentes aos processos oxidativos, à deterioração e a modificações de sabor, aumentando, assim, o prazo de validade de alguns produtos industrializados. Além disso, seu ponto de fusão é maior, significando um menor tempo de cozimento.
Já os AG cis possuem uma configuração estrutural em que os dois átomos de hidrogênio, ligados aos átomos de carbono onde está localizada a dupla ligação, encontram-se do mesmo lado. Dessa maneira, as moléculas dos AG encontram-se de forma não-linear, ajustando-se mal umas às outras e, por conseqüência, o ponto de fusão é mais baixo.
Porém o alto consumo de produtos industrializados que contêm AG trans está associado com maior incidência de doenças cardíacas, por aumentar a concentração plasmática da LDL (lipoproteína de baixa densidade) e triglicérides, e diminuir os níveis plasmáticos de HDL (lipoproteína de alta densidade), dentre outros malefícios.

Em suma, o que ocorre com os lipídios ruins, sejam eles saturados ou trans, é que eles elevam os depósitos de gordura no nosso organismo, seja de forma localizada (normalmente na região do abdômen), seja nos órgãos ou nos nossos vasos sanguíneos. Isso acaba sendo um perigo para o corpo, especialmente no que tange a saúde do coração.
 
 Quanto maiores as taxas de colesterol ruim (LDL) no sangue, maiores os riscos de contrair doenças de ordem coronariana, que hoje estão entre as que mais matam no mundo.
• Gorduras saturadas – São as de origem animal. São encontradas nas carnes vermelhas, na pele do frango, no leite integral e nos seus derivados (principalmente nos queijos amarelos e no creme de leite);
Gorduras trans – São produto de uma transformação industrial. São encontradas nos biscoitos doces e salgados, nos pães, nos doces, nos sorvetes e em tudo que leve gordura hidrogenada na composição. Ambas são altamente prejudiciais no processo de emagrecimento saudável, pois além de fazer mal a saúde também engordarm;
 
As mocinhas – gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas
Agora vem a parte boa: vamos falar das gorduras que você não só pode, como deve consumir sempre! O bom é que todos os alimentos que as possuem são deliciosos e é difícil encontrar alguém que não goste de pelo menos alguns da lista.
Independentemente de ser mono ou poli-insaturadas, essas gorduras são excelentes para o nosso organismo por ambas serem capazes de elevar os níveis de colesterol bom (HDL) no sangue, além de ajudarem a abaixar os índices de colesterol ruim (LDL). Nas dietas para emagrecimento elas também são muitíssimo bem vistas e bem vindas!
Gorduras monoinsaturadas – São as de origem vegetal. São encontradas no azeite extra virgem prensado a frio, nas azeitonas, nas castanhas, nas nozes, nas amêndoas e no abacate;

Gorduras poli-insaturadas – São encontradas nos alimentos que contém ômega 3 e 6, como os frutos do mar, os peixes de água fria, o óleo de coco, o óleo de linhaça, e as sementes oleaginosas;
Outras gorduras boas para o organismo – O bacon (sim, pode acreditar!), a manteiga natural e o leite de coco;
 http://slideplayer.com.br/slide/5592356/http://www.nutritotal.com.br/perguntas/?acao=bu&categoria=23&id=354

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADEÇO SUA VISITA.
VOLTE SEMPRE.