"Somos Físicos". Assuntos diversos relacionados a Ciência, Cultura e lazer.Todos os assuntos resultam de pesquisas coletadas na própria internet.

Welcome To My Blogger

sábado, 30 de janeiro de 2016

Entre todas as coisas| Ela é de Aquário


mulher de Aquário insiste em ser livre, mas sua entrega a quem aceite seu amor dentro deste limite, tem sua eterna devoção.


Como todo aquariano, ela pode alimentar um temor de que o desejo por uma pessoa possa aprisionar seu espírito e a impeça de ser leal ao seu único grande amor: a liberdade. Liberdade para experimentar, descobrir e ampliar sua visão do mundo.


O Aquário é o signo do futuro, das novas descobertas e dos gênios que mudaram a humanidade.


Sem esta liberdade para vasculhar as coisas em busca de novos conhecimentos, este signo não é nada. Por isso que todos eles costumam viver no futuro onde as coisas ainda estão para acontecer. Na verdade, eles se antecipam à época em que vivem. Muitos astrólogos dizem que daqui uns cinqüenta anos o mundo pensará como a aquariana. E deve ser mesmo. Basta notar que a maioria dos gênios visionários eram de Aquário ou tinham ascendente aquariano. Só para citarmos alguns exemplos, Galileu foi perseguido por que vivia milênios à frente de sua época, e era de Aquário. Thomas Edson, o inventor da lâmpada foi chamado de maluco tantas vezes, que talvez só perca para Charles Darwin, mais um aquariano, pai da teoria da evolução. Bem, vamos parar por aqui, não vou falar sobre Abraham Lincoln, Francis Bacon ou Franklin Roosevelt, entre outros.


Você pode esperar que ela sempre lhe dê uma opinião franca, mas não tentará ensina-lo como viver.


Se você está procurando uma mulher louca pelas paixões, fez a escolha errada. Se ela for uma típica mulher de Aquário, a paixão não será seu forte. Esta mulher é muito lógica e ponderada para se impressionar com romances adocicados, declarações de amor ou filmes com finais trágicos, como Romeu e Julieta. Para ela não faz sentido associar paixão com amor. Ela entende que o amor é harmonia e tranqüilidade, mas evita a paixão por saber que ela pode causar dor e sofrimento. Sua mente cientifica e extremamente lógica não pode aceitar que alguém chore por amor, pois amor deve causar alegria e sorrisos, jamais lágrimas. Definitivamente, amor neurótico não tem muito futuro com esta mulher!


Ela pode amar com muita intensidade, mas não se entrega totalmente a ninguém.


Não estar diante de seus olhos, muitas vezes significa estar fora do pensamento. A distância raramente faz o coração da mulher de Aquário ficar mais apaixonado. Por isso é muito importante estar sempre presente para que ela não resolva procurar em outros cantos, alguém que o substitua. Se a situação esfria ou se torna intolerável, a índole desta mulher fará com que desapareça da noite para o dia sem olhar para trás. Ela não gosta das separações ou divórcios, mas para ela não representa o mesmo choque que para outras mulheres mais sentimentais. Por ser muito individualista e ter uma multidão de amigos e pretendentes, a mulher de Aquário não hesita em seguir sozinha, se for preciso.
 


A maioria das mulheres divorciadas e felizes são de Aquário.


Não é comum fazer julgamento ou ter preconceitos. A aquariana costuma aceitar as pessoas como elas são sem a intenção de querer muda-las. O fato de adorar novidades e mudanças não quer dizer que tenha que mudar as pessoas. É muito mais fácil ela querer mudar o mundo ou o universo.


Não procure descobrir os pensamentos privados dela. Não é deste jeito que se lida com esta mulher. Ela conservará seus segredos ocultos, e muitas vezes sentirá uma satisfação perversa em confundi-lo. Em geral, ela será fiel aos extremos, mas lembre-se, com uma aquariana mentir é uma coisa, e deixar de contar toda a história é outra coisa.


O instinto de fraternidade na aquariana é tão intenso que muitas vezes ela ficará chocada por ter cometido alguma injustiça.


Na maioria, bondosas e tranqüilas por natureza, muitas vezes gostam de desafiar a opinião pública, e secretamente se deliciam em chocar as pessoas mais convencionais com um comportamento mais agressivo e transgressor. Urano faz dela uma rebelde que acha instintivamente todos os velhos hábitos errados, e que o mundo precisa de uma mudança radical. O que pode parecer chocante e escandaloso para muitas pessoas, para ela pode parecer simplesmente exótico. E o que o mundo pode pensar ser uma grande loucura, pode representar uma nova invenção que mudará os rumos da sociedade. Poucas são as coisas que podem chocar uma aquariana ou deixa-la escandalizada. Esta mulher não costuma ter chiliques ou ataques de histeria, nem gostam de fazer um julgamento sem ter uma boa base sobre o assunto.


O fato de aceitar as novidades, faz dela uma mulher sempre na vanguarda.


Apesar de sempre parecer um pouco desligada do mundo, são capazes de captar as coisas que acontecem ao seu redor como uma tela de radar. Você pode pensar que ela não está prestando nenhuma atenção nas coisas que esta dizendo, que deve estar no mundo da lua imaginando o por quê da existência humana, e, no entanto ela repetirá tudo o que disse no dia seguinte. Isto vai ensina-lo de que o processo que elas tem para colher informações é muito maior que sua famosa distração. Por falar em distração, ninguém é mais distraído que a mulher de Aquário. Se ela se esquecer que marcou um encontro com você em seu apartamento, mas se esqueceu de dar o endereço, lembre-se que isto será bem freqüente caso seu romance com esta garota progrida.
 http://www.sonhosbr.com.br/horoscopo/signos-femininos/signo-da-mulher-de-aquario-aquariana.html

Entre todas as coisas| Ela é de Aquário

 

A mulher de Aquário insiste em ser livre, mas sua entrega a quem aceite seu amor dentro deste limite, tem sua eterna devoção.

Como todo aquariano, ela pode alimentar um temor de que o desejo por uma pessoa possa aprisionar seu espírito e a impeça de ser leal ao seu único grande amor: a liberdade. Liberdade para experimentar, descobrir e ampliar sua visão do mundo.

O Aquário é o signo do futuro, das novas descobertas e dos gênios que mudaram a humanidade.

Sem esta liberdade para vasculhar as coisas em busca de novos conhecimentos, este signo não é nada. Por isso que todos eles costumam viver no futuro onde as coisas ainda estão para acontecer. Na verdade, eles se antecipam à época em que vivem. Muitos astrólogos dizem que daqui uns cinqüenta anos o mundo pensará como a aquariana. E deve ser mesmo. Basta notar que a maioria dos gênios visionários eram de Aquário ou tinham ascendente aquariano. Só para citarmos alguns exemplos, Galileu foi perseguido por que vivia milênios à frente de sua época, e era de Aquário. Thomas Edson, o inventor da lâmpada foi chamado de maluco tantas vezes, que talvez só perca para Charles Darwin, mais um aquariano, pai da teoria da evolução. Bem, vamos parar por aqui, não vou falar sobre Abraham Lincoln, Francis Bacon ou Franklin Roosevelt, entre outros.

Você pode esperar que ela sempre lhe dê uma opinião franca, mas não tentará ensina-lo como viver.

Se você está procurando uma mulher louca pelas paixões, fez a escolha errada. Se ela for uma típica mulher de Aquário, a paixão não será seu forte. Esta mulher é muito lógica e ponderada para se impressionar com romances adocicados, declarações de amor ou filmes com finais trágicos, como Romeu e Julieta. Para ela não faz sentido associar paixão com amor. Ela entende que o amor é harmonia e tranqüilidade, mas evita a paixão por saber que ela pode causar dor e sofrimento. Sua mente cientifica e extremamente lógica não pode aceitar que alguém chore por amor, pois amor deve causar alegria e sorrisos, jamais lágrimas. Definitivamente, amor neurótico não tem muito futuro com esta mulher!

Ela pode amar com muita intensidade, mas não se entrega totalmente a ninguém.

Não estar diante de seus olhos, muitas vezes significa estar fora do pensamento. A distância raramente faz o coração da mulher de Aquário ficar mais apaixonado. Por isso é muito importante estar sempre presente para que ela não resolva procurar em outros cantos, alguém que o substitua. Se a situação esfria ou se torna intolerável, a índole desta mulher fará com que desapareça da noite para o dia sem olhar para trás. Ela não gosta das separações ou divórcios, mas para ela não representa o mesmo choque que para outras mulheres mais sentimentais. Por ser muito individualista e ter uma multidão de amigos e pretendentes, a mulher de Aquário não hesita em seguir sozinha, se for preciso.
 

A maioria das mulheres divorciadas e felizes são de Aquário.

Não é comum fazer julgamento ou ter preconceitos. A aquariana costuma aceitar as pessoas como elas são sem a intenção de querer muda-las. O fato de adorar novidades e mudanças não quer dizer que tenha que mudar as pessoas. É muito mais fácil ela querer mudar o mundo ou o universo.

Não procure descobrir os pensamentos privados dela. Não é deste jeito que se lida com esta mulher. Ela conservará seus segredos ocultos, e muitas vezes sentirá uma satisfação perversa em confundi-lo. Em geral, ela será fiel aos extremos, mas lembre-se, com uma aquariana mentir é uma coisa, e deixar de contar toda a história é outra coisa.

O instinto de fraternidade na aquariana é tão intenso que muitas vezes ela ficará chocada por ter cometido alguma injustiça.

Na maioria, bondosas e tranqüilas por natureza, muitas vezes gostam de desafiar a opinião pública, e secretamente se deliciam em chocar as pessoas mais convencionais com um comportamento mais agressivo e transgressor. Urano faz dela uma rebelde que acha instintivamente todos os velhos hábitos errados, e que o mundo precisa de uma mudança radical. O que pode parecer chocante e escandaloso para muitas pessoas, para ela pode parecer simplesmente exótico. E o que o mundo pode pensar ser uma grande loucura, pode representar uma nova invenção que mudará os rumos da sociedade. Poucas são as coisas que podem chocar uma aquariana ou deixa-la escandalizada. Esta mulher não costuma ter chiliques ou ataques de histeria, nem gostam de fazer um julgamento sem ter uma boa base sobre o assunto.

O fato de aceitar as novidades, faz dela uma mulher sempre na vanguarda.

Apesar de sempre parecer um pouco desligada do mundo, são capazes de captar as coisas que acontecem ao seu redor como uma tela de radar. Você pode pensar que ela não está prestando nenhuma atenção nas coisas que esta dizendo, que deve estar no mundo da lua imaginando o por quê da existência humana, e, no entanto ela repetirá tudo o que disse no dia seguinte. Isto vai ensina-lo de que o processo que elas tem para colher informações é muito maior que sua famosa distração. Por falar em distração, ninguém é mais distraído que a mulher de Aquário. Se ela se esquecer que marcou um encontro com você em seu apartamento, mas se esqueceu de dar o endereço, lembre-se que isto será bem freqüente caso seu romance com esta garota progrida.
 http://www.sonhosbr.com.br/horoscopo/signos-femininos/signo-da-mulher-de-aquario-aquariana.html

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Alimentos (Dicas e Curiosidades)

 
Voce sabia que um pacotinho desses pode ter uma quantidade
de gordura trans acima do que é recomendado. Aliás, estudos recomendam que não se
consuma mais de dois gramas por dia, já que em excesso, a gordura trans pode provocar sérios
problemas de saúde?
:

As pesquisas científicas mostram também que além das doenças coronarianas,
os lanchinhos rápidos e gordurosos são uma via rápida para a obesidade e para o Mal de
Alzheimer. O principal problema é o consumo excessivo de gordura e a deficiência ou ausência
do consumo de fibras.
 
Quem nunca ouviu a expressão “barriguinha de chope” utilizada para definir a forma física de algumas pessoas? Ainda assim, fica difícil resistir à cervejinha gelada do happy hour e do final de semana.
Segundo a nutricionista Roseli de Moura Espíndola, as bebidas alcoólicas, como a cerveja, contêm álcool que fornece bastantes calorias e, além disso, o exagero na bebida piora a situação. “Como é raro alguém que tome apenas um copinho de cerveja ou chope, a ingestão da bebida e, logo, o excesso de calorias, pode levar ao aumento da produção de gorduras”. Geralmente o acúmulo dessa gordura ocorre na região abdominal.
Vale lembrar ainda que a cerveja é consumida, quase sempre, acompanhada de um petisco, como amendoim, linguiça calabresa, azeitonas, que elevam ainda mais o teor calórico, favorecendo o acréscimo de alguns quilinhos na balança. Portanto, se você quer manter o peso sem abrir mão da cerveja, não passe do primeiro copo.


Na onda da zero caloria, cada vez mais as pessoas têm substituído as colheradas de açúcar pelos sachês ou gotas de adoçantes. Mas muito já se disse que seu consumo pode causar doenças e levar até ao câncer.
No entanto, conforme explica Fernanda Granja, "os adoçantes consumidos dentro do limite recomendado são seguros. Esse limite foi determinado em estudos com animais, correspondendo para o ser humano 10% da dose mínima de toxicidade para os animais pesquisados, sendo assim a margem de segurança é grande".
A quantidade máxima de adoçante do tipo aspartame que um adulto com 60 kg pode ingerir diariamente, com segurança, de acordo com recomendações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), é de 2.400 mg, o que equivale, aproximadamente, ao consumo de 48 envelopes de 1 g de um adoçante dietético com 5% de aspartame. Ou ainda a 4 litros de refrigerante adoçado apenas com aspartame.
 

Não é tão raro ouvir histórias de alguma pessoa, criança, que sente vontade de comer terra, tijolo de barro, entre outras coisas. A sabedoria popular diz que quem sente esse estranho desejo é porque está com vermes.
De acordo com a professora Roseli de Moura Espíndola, como algumas parasitoses levam à perda sanguínea, acredita-se que as pessoas que têm esse desejo podem apresentar uma deficiência de ferro e, por isso, a vontade de comer terra estaria associada à necessidade de repor o mineral, abundante no solo, perdido pelo sangue. Parasitas como o Ancylostoma duodenal e Necatur americanus podem penetrar na pele ou serem adquiridas pela ingestão oral de larvas presentes na água ou em alimentos contaminados. Nos intestinos, liberam uma substância que estimula o sangramento, para se alimentarem dele. A consequência é a diminuição de ferro e dos glóbulos vermelhos do sangue
 Resultado de imagem para cebola e alho 
Muitas pessoas apreciam pratos com bastante cebola ou alho. No entanto, todos concordam que o hálito depois da comida não é dos mais agradáveis. Mas para aqueles que não dispensam comer tais condimentos na presença da namorada, há uma solução para evitar desconfortos: um copo de leite.
De acordo com Fernanda Granja, testes realizados pela Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, comprovaram que a ingestão de 200 ml de leite após o consumo de alho, pode reduzir em até 50% o consequente mau hálito que ele causa. O estudo afirma ainda que o ideal é ingerir o leite durante a refeição para melhores resultados.
A nutricionista explica que a gordura presente no leite inibe a ação das propriedades sulforosas do alimento, reduzindo assim o desagradável efeito do mau hálito. O mesmo acontece com a ingestão da cebola, uma vez que ela também apresenta compostos sulforosos na sua constituição, os quais são os responsáveis pelo aparecimento do mau hálito.
  
Chocolate é rico em açúcar, cafeína, possui alto teor de gordura e pode causar alergia e problemas gastrointestinais. É um alimento que contém oxalato de cálcio, uma substância que pode causar o aparecimento de cálculo renal no organismo. De acordo com a nutricionista Susy Graff, Apesar do chocolate ser um alimento energético e rico em cálcio, ele não oferece benefícios na dieta infantil: “Chocolate não é uma fruta. O excesso pode causar aumento de colesterol e peso e trazer alguns problemas de saúde”, explica Susy. Portanto, o consumo deste alimento deve ser evitado, ao máximo, até os dois anos de idade.a nutricionista e assessora técnica do Conselho Federal de Nutricionistas, Vanessa de Carvalho Figueiredo. Segundo ela, a acne ocorre devido ao aumento da secreção sebácea nos folículos da pele. "Sabe-se que o consumo de alimentos muito gordurosos pode promover maior oleosidade da pele, contribuindo para formação de espinhas. O chocolate é um produto que possui grande concentração de gordura, advinda da manteiga de cacau e do leite, seus principais ingredientes. Porém, não existe uma relação direta, cientificamente comprovada, entre o consumo de chocolate e o aparecimento de espinhas"
i

Dizia-se até pouco tempo que todos os tipos de pimenta faziam mal à saúde. Porém, estudos recentes mostram que apenas um tipo de pimenta pode trazer problemas ao estômago: a pimenta do reino.
Segundo a nutricionista Fernanda Granja, “a pimenta é uma ótima aliada para a gastrite, mesmo com alguns especialistas não concordando com isso”. “A pimenta dedo de moça, por exemplo, trata e cicatriza a gastrite. Mas a pimenta do reino pode causar problemas sim”, explica Granja.
Mas qual o detalhe que faz com que a pimenta do reino seja a diferenciada nessa questão? “A origem do produto nunca é confiável. Deve-se moê-la na hora, comprando pimenta do reino em grãos. Comprando só o pó, corre-se o risco de o produto não ser puro, o que pode prejudicar o estômago e o intestino”, diz Granja.
  
Beber refrigerantes pode fazer envelhecer, afirma pesquisa
Os refrigerantes à base de cola, frequentemente, são acusados de fazerem mal aos ossos. E segundo a professora de Nutrição do Centro Universitário Senac, Roseli de Moura Espíndola, não é apenas boato, é fato.
“As bebidas à base de cola apresentam grande quantidade de fosfatos que, presentes no lúmen intestinal, podem formar cristais insolúveis com o cálcio, diminuindo a absorção intestinal do mineral”, ou seja, esses refrigerantes dificultam a absorção de cálcio, que é necessário para os nossos ossos, explica Roseli. Ela recomenda, ainda, que o consumo deste tipo de refrigerante seja evitado ou moderado.
 

Vinho realmente faz bem à saúde?

No início da década de 90, estudos indicaram que, apesar de sua dieta mais rica em gordura, os franceses viviam mais que os americanos. Em 1991, uma pesquisa do francês Serge Renaud, divulgada pelo programa de TV 60 minutes, dizia que a vantagem da França estava no consumo de vinhos tintos, que diminuía a taxa de problemas cardíacos na população. O resultado da divulgação foi um aumento em 44% na venda de vinhos nos Estados Unidos naquele ano. Contudo, desde 1991, muita coisa se aprendeu sobre a relação dessa bebida e a saúde humana. As informações são do site Life's Little Mysteries.
Os resultados da pesquisa de Renaud foram apresentados no ano seguinte, no jornal Lancet. Segundo ele, o consumo moderado da bebida diminuía em 40% o risco de problemas na artéria coronária. Outros estudos chegaram à mesma conclusão.
Em 2010, pesquisadores franceses publicaram um estudo na revista Nature sobre os hábitos de consumos de álcool de 149.773 pessoas. Eles descobriram que as pessoas que costumam beber moderadamente mantêm outras características saudáveis, como o controle do peso, baixo colesterol, pressão sanguínea normal, entre outros. Contudo, o surpreendente neste estudo é que o vinho não influi nesses fatores, segundo os autores.
Os cientistas explicam ainda que as pessoas que consomem a bebida moderadamente costumam ter hábitos mais saudáveis que as demais, ou seja, beber vinho moderadamente é algo que pessoas saudáveis fazem, e não necessariamente algo que faz as pessoas saudáveis.
O estudo não desmentiu as teorias que ligam o vinho à saúde do coração, mas trouxe dúvidas. Outro estudo, realizado em 2008, indica que o resveratrol, um componente da bebida, é capaz de aumentar a longevidade de camundongos, mas não soube indicar se esse efeito é o mesmo em humanos.
Enquanto não se chega a uma conclusão definitiva sobre o consumo de vinho, os cientistas concordam que mais importante continuam sendo os bons hábitos alimentares, exercícios e bons amigos - no que, convenhamos, uma boa taça de vinho sempre ajuda.
 

Água com açúcar acalma?

Basta ver alguém nervoso ou chorando que recorremos à receitinha popular do copo d'água com açúcar para acalmar. Mas será que a solução provoca realmente esse efeito? Segundo a professora de nutrição da Universidade Anhembi Morumbi, Luciana Setaro, isso ocorre em partes.
"Quando o açúcar é metabolizado pelo organismo, ele se transforma principalmente em glicose, fonte de energia, e pode provocar uma sensação de bem-estar por causa da produção de certos neurotransmissores, como a serotonina", explica a professora.
De acordo com ela, essa sensação de alívio é, na maioria das vezes, confundida com um efeito relaxante causado pela mistura. No entanto, água com açúcar não tem propriedades de calmante nem de sedativo. Além disso, a ingestão do líquido pode ter efeito psicológico e funcionar como um placebo.
 
O câncer de próstata é o tipo mais comum de câncer nos homens. Todo cuidado é, sim, pouco, e há até um alimento que pode ajudar a prevenir o câncer.
A nutricionista Roseli de Moura Espíndola conta que o tomate possui um pigmento chamado licopeno, “substância que apresenta atividade antioxidante e por isso protege as células contra os radicais livres, prevenindo o câncer de próstata”, explica.
Mas não é apenas comendo tomate que o câncer será prevenido. “O seu consumo deve estar associado a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis. Nenhum alimento isoladamente é capaz de prevenir doenças”, completa Espíndola.
 
Que o milho, além de alimento precioso, é fonte de onde se pode extrair matéria-prima para
fabricar tintas, tecidos, papel, substitutos da borracha, sabão, álcool e até pólvora sem fumaça? 
Voce sabia?
  • 30 gramas de chocolate contém cerca de 20mg de cafeína.

  • O mais antigo restaurante do mundo foi inaugurado na China na cidade de Kai-Feng em 1153.

  • O café é a semente de uma cereja da árvore do gênero Coffea.

  • Três quartos dos peixes capturados são comidos - o resto é usado para fazer coisas como cola, sabão, margarina e fertilizantes.

  • A geléia mais cara do mundo se chama Confiture de groselles. É uma geléia de groselha proveniente de uma receita do século 14 que ainda é feita na pequena cidade francesa de Bar-Le-Duc.

  • Em setembro de 1999 Dustin Philips dos EUA estabeleceu um Recorde Mundial no Guinness bebendo uma garrafa de 400 ml de molho de tomate com um canudo em 33 segundos.

  • Para fazer um quilo de mel, as abelhas têm que visitar 4 milhões de flores e percorrer uma distância igual a 4 vezes ao redor da Terra.

  • Botanicamente falando, a banana é uma erva e o tomate é uma fruta.

  • Depois de tomates, as bananas são as frutas mais populares do mundo. Nos países ocidentais, elas representam cerca de 3% do total de vendas de uma mercearia.

  • Muitas pessoas reclamam quando as bananas estão maduras demais ou mesmo "sardentas". O fato é que as bananas manchadas são mais doces, com um teor de açúcar maior que 20%, comparado com 3% em uma banana verde.

  • Cerca de 44 milhões de toneladas de bananas são produzidas anualmente, em comparação com mais de 60 milhões de tomates. As maçãs são as terceiras mais populares, com uma produção de aproximadamente 36 milhões de toneladas, depois são as laranjas com 34 milhões de toneladas por último a melancia com 22 milhões de toneladas.

  • O termo científico para o tomate comum é Lycopersicon lycopersicum, que significa "pêssego lobo".

  • Há mais de 10 mil variedades de tomates.

  • O abridor de latas foi inventado 48 anos depois que as latas foram introduzidas no mercado.

  • Nos últimos 40 anos a produção de alimentos aumentou mais rapidamente do que a população.

  • O número de pessoas que morreram de fome nos últimos 25 anos do século 20 é menor que o número de pessoas que morreram de fome nos últimos 25 anos do século 19.

  • Na Idade Média, o açúcar era um luxo e custava 9 vezes mais do que leite.

  • Dos mais de US $ 50 bilhões em produtos dietéticos vendidos todos os anos, quase US $ 20 bilhões são gastos em imitação de gorduras e substitutos do açúcar.

  • Mais de 90% de todos os peixes capturados são capturados no hemisfério norte.

  • Em 1994, o artista de Chicago Dwight Kalb enviou para David Letterman uma estátua da Madonna, feita de presunto.

  • O vinho é vendido em garrafas coloridas, pois ele estraga quando exposto à luz.

  • Aproximadamente um bilhão de caracóis são servidos em restaurantes por ano.

  • A vitamina A evita a "cegueira noturna". Nas cenouras podemos encontrar uma grande quantidade dessa vitamina. Sendo que apenas uma, nos fornece mais de 200% da ingestão diária recomendada de vitamina A.

  • Cenouras têm conteúdo zero de gordura.

  • O chá foi descoberto em 2737 AC por um imperador chinês quando algumas folhas de chá caíram acidentalmente em uma panela de água fervente.

  • O primeiro europeu a encontrar o chá foi o Jesuíta Português de Jasper Cruz em 1560.

  • O Chá gelado foi introduzido em 1904 na Feira Mundial de St. Louis.

  • O saco de chá foi introduzido em 1908 por Thomas Sullivan de New York.

  • Cebola, maçã e batata têm o mesmo gosto. As diferenças nos sabores são causadas pelo cheiro.

  • Os americanos comem duas vezes mais carnes do que os europeus.

  • O termo "água com gás" foi inventado em 1798.

  • A água com gás foi patenteada por Samuel Fahnestock em 1819 e em 1835 foi disponibilizado a primeira garrafa com água com gás.

  • O primeiro refrigerante gelado foi vendido em 1874 em os EUA.

  • A primeira bebida com sabor cola foi introduzido em 1881.

  • Coca-Cola foi inventada em Atlanta, Georgia pelo Dr. John S. Pemberton em 1886.

  • Pepsi - Cola foi inventada por Caleb Bradham em 1890 como uma ajuda digestiva e impulsionador da energia. Foi renomeado como Pepsi-Cola em 1898.

  • A primeira bebida diet, chamado de "Bebidas No-Cal" foi lançado em 1952.

  • Latas de alumínio foram introduzidos em 1957 e dois anos mais tarde, o primeiro refringerante sabor cola foi vendido.

  • Garrafas de plástico foram usadas para refrigerantes em 1970.

  • As Garrafas de Polietileno Tereftalato foram introduzidas em 1973.

  • China usa 45000000000 pauzinhos por ano. 25 milhões de árvores são derrubadas para fazê-los.

  • O Chocolate é o sabor número "um" dos alimentos no mundo, batendo os sabores de baunilha e banana por 3 a 1.

  • As melancias são compostas por 97% de água, os alfaces 97%, os tomates 95%, as cenouras 90% e os pães 30%
 http://www.terra.com.br/noticias/educacao/infograficos/alimentos/alimentos-20.htm

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

"Somos Físicos"O Poder da Maquiagem (Matéria de Férias)

Resultado de imagem para o poder da maquiagemfamosas-sem-maquiagem-angelina-jolie-25430 
Agelina Julie
A maquiagem realmente tem o poder de melhorar a aparência de uma pessoa, mas ela também pode fazer o oposto e não há como negar o seu poder de transformação.
Desde os tempos da poderosa rainha Cleópatra, as maquiagens são fundamentais no arsenal de beleza de toda mulher. E, quando falamos em maquiagem, a gama de produtos disponível no mercado é imensa disponível, vão desde os moderníssimos BB Creams, até rímeis, batons, pós-compactos, duo cakes, bases líquidas, blushes, esmaltes e muitos outros.
Esses produtos disfarçam imperfeições, realçam a forma e o contorno do rosto, dos lábios e dos olhos, iluminam a pele, reduzem o brilho excessivo e, por isso, estão presentes na bolsa de quase todas as mulheres.
https://detalhesdealice.files.wordpress.com/2013/01/famosas-sem-maquiagem-luiza-brunet-26853.jpg
Luíza Brunet
As maquiagens mais modernas ainda reúnem qualidades e funções específicas como clarear a pele, hidratar, aumentar o volume dos lábios, reduzir bolsas e olheiras, tencionar e realizar um verdadeiro efeito lifting, combater rugas e ainda proteger contra a radiação solar. O que muita gente não sabe, porém, é que as maquiagens também oferecem perigos para a pele e para a saúde da mulher.
Sem dúvida, os problemas aparecem quando elas são usadas de maneira errada, quando não são de boa qualidade ou são de fabricação duvidosa. As reações vão desde alergias com vermelhidão e descamação da pele, até queimaduras e risco de doenças mais graves como câncer. Por esta razão, preparei um guia com os principais cuidados que você precisa ter na hora de comprar e de usar suas maquiagens.
Madonna
https://detalhesdealice.files.wordpress.com/2013/01/madonna-famosa-sem-maquiagem-18278.jpg 
Só compre maquiagens tendo registro na Anvisa, que pode ser verificado na embalagem. Todo produto cosmético, especialmente aqueles que prometem proteger contra o sol, dar firmeza, clarear a pele e proporcionar volume para os lábios, precisam passar pelo crivo da Anvisa e devem ter o número de registro no Ministério da Saúde (MS) identificado na rotulagem, caso não sejam dispensados de registro de acordo com a legislação, em alguns casos.
 Gisele Bundchen
 
Procure maquiagens de marcas boas e reconhecidas. Maquiagens duvidosas podem ser feitas com pigmentos de qualidade inferior e contaminados com metais pesados que façam mal à saúde, além de conservantes que podem causar alergia. Maquiagens contaminadas por metais pesados podem ter presença de chumbo que, quando presente acima dos níveis permitidos, pode levar a doenças sérias como o câncer e problemas neurológicos. Já os conservantes são líderes em causar alergias, por isso, prefira as maquiagens sem parabenos ou ainda aquelas formuladas sem conservantes.
 Katie Holmes
 
Nunca durma com maquiagens sobre a pele. Embora você possa estar cansada e com preguiça de higienizar a pele depois de uma noite de baladas, dormir com maquiagem é um verdadeiro crime contra sua pele. As maquiagens contêm, em sua maioria, óleo mineral, obtido do petróleo, que bloqueia todos os poros da pele e não a deixam respirar. O resultado é uma pele mais cansada e envelhecida, além da grande chance de surgirem espinhas e aumento da oleosidade.
  Katy Perry
 
Não confunda maquiagem com protetor solar. Muitas pessoas pensam que só por que as maquiagens formam um filme sobre a pele, elas podem protegê-la contra o sol. Mas isso nem sempre é verdade, a não ser que o fabricante tenha declarado o FPS (proteção contra os raios UVB) e o PPD (proteção contra os raios UVA) na rotulagem. Além disso, mesmo as maquiagens com filtro solar, não substituem o tradicional fotoprotetor em caso de exposição intensa, mas ajudam apenas a proteger contra a radiação diária. Então, antes de se expor ao sol, o recomendado é higienizar a pele para remover toda a maquiagem e aplicar adequadamente o seu fotoprotetor tradicional, seguindo estritamente as orientações do rótulo do produto.
  Kelly Clarkson
  
 Prefira as maquiagens adequadas e indicadas para seu tipo de pele. Hoje já temos no mercado as maquiagens minerais, mais indicadas para peles mais sensíveis e oleosas por serem compostas de argilas coloridas no lugar de pigmentos à base de ferro. Os BB Creams, por exemplo, são maquiagens com filtro solar e hidratante e, ainda, já existem maquiagens antimanchas e antirrugas. São as chamadas maquiagens funcionais, muito mais sofisticadas e nem sempre mais caras que as tradicionais, que agregam propriedades específicas e exatas para seu tipo de pele.
 Pamela Anderson
 
Professor Maurício Pupo - cosmetólogo, presidente do IPUPO Pós-Graduações e coordenador científico da Pós-Graduação e MBA em Cosmetologia do IPUPO. Editor Chefe da CI Cosmetic Ingredients Magazine. Mais sobre o autor em: http://www.ipupo.com.br
  Sharon Stone
 
Fergie
  
Lady Gaga
  
Kristen Stewart

domingo, 17 de janeiro de 2016

Vidas Alternativas

Esse desapego e vontade de viver somente com o que precisa não é algo que a humanidade conheceu hoje. O psicólogo, psicanalista e doutor em filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Carlos Roberto Drawin destaca que esse comportamento é antigo e vem desde antes do cristianismo. “Vem de uma sabedoria grega. Não é só no sentido de não ter bens materiais, mas não transformá-los em uma tirania.” Ele conta que existia uma corrente da filosofia grega, o chamado estoicismo, que mostrava que o homem só atinge a felicidade se ele for livre, ao se livrar das dependências dos bens materiais. “Isso foi seguido tanto por um escravo quanto pelo imperador.” 
 
 Christopher McCandless, o homem que inspirou o filme 'Into the Wild' ( Na natureza Selvagem).

Christopher McCandless tinha um futuro promissor: licenciado na Universidade de Emory, vinha de boas famílias e preparava-se para seguir Direito. Aos 22 anos, parecia ter o mundo nas mãos. 



Mas não era este “mundo” que ele queria. Farto de uma sociedade cada vez mais materialista, Chris largou tudo e partiu sozinho para as regiões selvagens do Alasca. Sobreviveu durante 112 dias, até acabar por morrer à fome no dia 18 de Agosto de 1992.





Nascido em Nova Iorque, Timothy Treadwell estudou no colégio Connetquot. Era um aluno mediano: não tinha nem notas muito boas nem muito más. 
Quando entrou na adolescência, envolveu-se com o álcool e as drogas, alegadamente depois de perder um papel na série de sucesso ‘Cheers – Aquele Bar’ para Woody Harrelson.

Depois de quase falecer com uma overdose de heroína nos anos 80, Treadwell foi encorajado por um amigo a ir para o Alasca observar os ursos. Foi amor à primeira vista: mais tarde, o jovem admitiu que foi o relacionamento com os animais que o libertou das drogas.

Em 1990, partiu com a namorada Amie Huguenard, para o Parque Nacional Katmai, no Alasca. Durante 13 Verões, o casal viveu totalmente isolado com os ursos. No último dia no acampamento, porém, um problema inesperado obrigou-os a prolongar a sua estadia. Acabaram por ser mortos e parcialmente devorados por um (possivelmente dois) urso-pardo pouco tempo depois. 


 Nick Fahey vive há 16 anos em uma ilha no arquipélago de San Juan, ao norte de Puget Sound, no Estado de Washington, onde sua única companhia é um cavalo quarto de milha de 26 anos.
Fahey, de 67, mora em uma cabana construída no terreno de cerca de 400 mil m² de floresta que pertence a sua família desde 1930. Ele não tem geladeira, mas conta com a energia elétrica gerada por painéis solares, assim, pode carregar seu celular.



Nick Fahey vive há 16 anos em uma ilha no arquipélago de San Juan, ao norte de Puget Sound, no Estado de Washington, onde sua única companhia é um cavalo quarto de milha de 26 anos.

Fahey, de 67, mora em uma cabana construída no terreno de cerca de 400 mil m² de floresta que pertence a sua família desde 1930. Ele não tem geladeira, mas conta com a energia elétrica gerada por painéis solares, assim, pode carregar seu celular.

Há pouco conforto material, mas ele é dono de seus dias. "O tempo é um dos luxos de se morar aqui", afirma. Com exceção de cortar madeira para queimar e de cuidar da própria sobrevivência – ocasionalmente faz uma viagem até as ilhas vizinhas ou ao continente para vender a madeira ou comprar gêneros alimentícios –, está livre para fazer o que quer.



Em geral, passa os dias perambulando pela ilha rochosa e tomando café com chicória. "Não me preocupo com o que visto ou deixo de vestir."



Fahey se mudou para a ilha em 1994, anos depois de ter se divorciado. Sua filha Anna, de 36 anos, vai visitá-lo uma vez por mês, e seu filho, Joe, de 39, que mora na França, vai para lá todos os anos.

Há uns poucos habitantes do outro lado da ilha, mas Fahey prefere não ter contato com eles. Uma vez por semana vai até Anacortes, a 18 quilômetros de distância de barco, para visitar o pai, de 99 anos, que está em um asilo, e para ver a namorada, Deborah Martin, de 56, com quem tem um relacionamento há 15. "Somos independentes, e acho que é por isso que funciona, em parte", diz ela.

Roger Lextrait:



Para Roger Lextrait, viver em isolamento parece atraente, depois de uma vida agitada como dono de restaurante em Portland, Oregon.

Lextrait foi o único habitante do atol de Palmyra, em um arquipélago no norte do Pacífico a mais de 1.600 km ao sul do Havaí, de 1992 a 2000.


Ele foi parar lá com 40 e poucos anos, depois de cerca de 12 velejando ao redor do mundo, depois de um divórcio e da venda de dois restaurantes. A experiência deveria durar alguns meses, mas Lextrait ficou oito anos.

Parte da atração foi que "o tempo não importava -às vezes eu perdia a conta do ano", ele disse. "Era muito mágico."



Ele decidiu partir quando "foi atacado pela solidão". Voltou do isolamento e achou o mundo um lugar diferente. "Eu não tinha ideia de que o telefone celular existia, fiquei perdido."


Edward Griffith-Jones:



Edward Griffith-Jones, um britânico de 27 anos, passou o último ano vivendo em uma cabana que ele construiu em um parque nacional na Suécia.

Foi sua maneira de ser ambientalmente responsável, disse.

"É um momento muito interessante para encontrar outro modo de vida. As pessoas usam muito a palavra 'sustentável', especialmente quando fazem negócios, e ela não significa nada."

Em suas raras viagens à cidade, ele procurava alimentos não estragados nas latas de lixo. "Vivemos em um mundo onde tudo é muito especializado.

Cabana construída por Edward Griffith-Jones no parque nacional da Suecia


Hoje as pessoas não sabem fazer nada, não sabem sobreviver", disse, falando de um telefone celular na floresta. "Eu não sou completamente autossuficiente, mas estou aprendendo."

David Glasheen:



David Glasheen, comparou sua experiência de viver sozinho a "ir à Lua".

"Tudo o que você já aprendeu não significa nada até você chegar a um lugar como este", disse Glasheen, que vive na ilha Restoration, diante do litoral norte da Austrália, com seu cachorro. Ele está lá desde 1993.

O que, na verdade, o levou a fazer esta escolha, optar por este modo de vida, foram as decepções: o fim de um casamento e perda de sua fortuna com o crash da bolsa de Nova York em 1987.

Esses dois fatores foram o que bastaram para o empresário de Sidney abandonasse o meio corporativo e se voltasse para a vida em que o simples lhe bastava.



O ex-milionário não quer nem pensar em voltar para a casa, aliás, sua casa já é ali mesmo, na ilha deserta na costa noroeste da Austrália, desde 1993, quando decidiu se mudar definitivamente para lá.


Para garantir a sua sobrevivência, David Glasheen, vive da pesca de peixes e caranguejos, e da coleta de bananas, cocos e frutas nativas. Ele também cultiva seus vegetais. David revelou que se considera o cara mais sortudo do mundo. Disso ninguém duvida.



Mas engana-se quem pensa que o jovem senhor que irá completar neste ano de 2014 apenas 69 aninhos, abandonou totalmente os hábitos que tinha no continente. O que lhe dá prazer ele ainda continua tendo como hábito, o que é o caso da cervejinha que ele não dispensa.

O diferencial é que não é mais preciso ir ao supermercado para buscar uma, basta, no momento em que sentir sede, ir à cozinha e preparar uma “loira gelada” ao seu gosto. E para não passar os dias em total solidão, David não dispensa a companhia de seu fiel companheiro, o cachorro Quase.

ESFORÇO


Professor do curso de ciências sociais da Pontifícia Universidade Católica (PUC Minas), Ricardo Ferreira Ribeiro diz que hoje as pessoas fazem um esforço danado para ter renda e, por outro lado, geram um estresse, acúmulo de trabalho e problemas de saúde. “A opção pela vida simples tem sido mais singela, há menos requinte, mas exige menos esforços.” Ele lembra que os hippies chegaram a optar por esse modo de vida, como crítica ao consumismo.
 “Esse modo de viver aproxima mais as pessoas, cria-se uma empatia.”

Para o frei Jonas Nogueira da Costa, de 37, viver com pouco se aprende ao estar perto daqueles que têm poucas condições financeiras. De família simples e católica, ele sempre participou das atividades da igreja de Três Rios, sua cidade natal, no interior do Rio de Janeiro, o que despertou sua vontade de ser padre. Em 1995, entrou para a Ordem dos Frades Menores, motivado pelo exemplo de São Francisco de Assis, que dedicou a vida à simplicidade e aos pobres. “A proposta de simplicidade, de viver como irmão e ter uma vida de oração são pilares que me encantaram”, diz. A simplicidade para Jonas é entendida como partilha. “Você não pode chegar a Deus com títulos acadêmicos, roupas e outros. Deus é simples.”

O frei conta que a principal mudança que sentiu na sua opção devida foi no conceito de posse. “As coisas que eram da minha família pertenciam a eles e a mim. Hoje, tenho o conceito do nosso.” Suas posses, segundo ele, são os livros. Não se importa com roupas e compra só o necessário. “A simplicidade tem o campo prático e político. No primeiro, é o contato com as pessoas mais simples e afetos com as plantas e animais. No segundo, é a denúncia do consumismo que gera frustrações.”

Ele ensina que a vida simples permite o contato consigo mesmo. “Nos obriga a olhar para nós mesmos e ao nos depararmos com o ser humano que somos nos libertamos das grandes tentações do consumismo.” O grande ganho para o frei é a felicidade como comunhão, prazer nas pequenas coisas , estar bem consigo mesmo. “Temos que fazer o que gostamos. A minha opção me faz bem, humano e feliz.”

Para o frei, quem segue a vida baseada na simplicidade, independentemente da religião, tem que aprender a escutar os pobres materialmente e socialmente. “Eles são os nossos mestres. Há muita coisa que dissemos que são fundamentais para nós, e vemos que outras pessoas conseguem viver sem aquilo. Às vezes temos tudo e não abrimos mão de nada, e esse pobre consegue sorrir e falar de Deus. Por trás disso, há uma sabedoria. Não há uma receita pronta para essa vida simples. Cada um tem que fazer a própria síntese”, aconselha.

Estilo de vidas


Existe um movimento chamado simplicidade voluntária, que é um estilo de vida no qual os indivíduos conscientemente escolhem minimizar a preocupação com o “quanto mais melhor”, em termos de riqueza e consumo. Seus adeptos escolhem uma vida simples por diferentes razões, que podem estar ligadas a espiritualidade, saúde, qualidade de vida e do tempo passado com família e amigos, redução do estresse, preservação do meio ambiente, justiça social ou anticonsumismo. Algumas pessoas agem conscientemente para reduzir as suas necessidades de comprar serviços e bens, e, por extensão, reduzir também a necessidade de vender o seu tempo. Alguns usarão as horas a mais para ajudar os seus familiares ou a sociedade, ou sendo voluntário em alguma atividade.

Compra consciente


Mudar os hábitos de consumo e só adquirir produtos de que realmente precisa é uma opção de vida de quem busca ser mais saudável

Não é preciso sair da capital ou se dedicar integralmente ao sacerdócio para ter uma vida simples. Essa opção de vida, apesar de a luta ser ainda maior, é bem possível na cidade grande, mesmo com as tentações do consumo e seus exageros bem próximos. A simplicidade, muitas vezes, está na essência da alma e em atitudes conscientes, e não é preciso radicalismo para chegar até ela. O professor do curso de ciências sociais da Pontifícia Universidade Católica (PUC Minas) Ricardo Ferreira Ribeiro diz que essa opção de vida pode ser uma certa crítica aos valores ligados à ostentação e ao padrão de vida de pessoas que não conseguem abrir mão dos bens materiais. “A gente acaba consumindo muitas coisas, para quê? Qual a finalidade desse bem que se adquire?”, provoca.

Foram essas as perguntas que motivaram a psicóloga Marina Paula Silva Viana, de 28 anos, a enfrentar um desafio: um ano sem compras. De junho de 2011 até junho de 2012, ela não comprou nada de supérfluo e criou um blog na internet relatando sua experiência durante esse período. A página levou o nome do desafio, Um Ano sem Compras. Mineira de Belo Horizonte, a jovem mora desde 2008 em Curitiba e achava que a proposta seria difícil. “O mais complicado é conter o primeiro impulso. Mas vi que isso é bem possível.” O dinheiro que usava para comprar roupas, bolsas, calçados e cosméticos foi gasto em lazer. “Sempre gostei dessa opção de vida, e queria fazer essa experiência. Você percebe que tem outras prioridades na vida. Passei a fazer mais programas ao ar livre, a aproveitar atividades intelectualizadas. Quando estamos imersos no consumo, deixamos o que nos dá prazer em segundo plano. Passada essa experiência, hoje compro bem menos e me foquei no que é essencial para mim.”

Como psicóloga, Marina conta que muitos pacientes trazem para o consultório frustrações vindas do consumo. “As pessoas estão consumindo mais. E isso acaba tendo uma função psicológica. Ela acabam acreditando que a personalidade está ligada ao que consomem.” Formada em teatro, produtora do curso de educação gaia em BH e estudante de letras na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Priscila Maria Caliziorne Cruz, de 23, diz que a vida simples vem dos pilares que recebeu em casa e das suas buscas e anseios. “São escolhas diárias. Encontrei em BH, no meio urbano, uma alternativa mais simples para viver.”

Ela conta que o segredo dessa opção está na consciência do que se busca. “Sabemos que ter um telefone é importante para atender a necessidade. Mas nem sempre essa necessidade por um produto acompanha moda e o que está no mercado.” Há 10 anos, a jovem não entra em shopping, pois, segundo ela, é um ambiente que a incomoda, principalmente pelo objetivo daqueles que estão ali e os tipos de relações estabelecidas. “Participo de um encontro anual de trocas de roupas. Para a minha alimentação, participo de redes de agricultura urbana, que são alimentos produzidos na cidade. Compramos diretamente dos produtores, sai mais barato e não acumula tanto valores.”

A maior preocupação de Priscila é com o meio ambiente. Ela procura ter atitudes sustentáveis, como reciclagem de lixo, usar carona ou transporte público. “Essa opção de vida me faz sentir em harmonia comigo mesma. Quando fiz essa escolha, é como se tivesse responsabilidade com as pessoas ao meu redor.” Ela diz que o encontro com esse modo de vida foi motivado por uma busca de vida saudável, da saúde do corpo e da mente . “Nunca fiz escolhas motivada pelo financeiro.”

BENS MATERIAIS


Por mais que as quatro filhas insistam, Maria Madalena Aguiar, de 66 anos, fica bons anos sem comprar roupas. Prefere consertar as que tem e não se importa com a idade delas. Um vestido e um tamanco já estão de bom tamanho. Mesmo morando na capital, a essência, adquirida na infância, na roça e durante os três anos que morou em um convento em São Paulo, ela mantém intacta e com orgulho. Diz já ter conhecido muitas pessoas que ostentam bens materiais. “É de dar dó”, comenta.

Certo dia, uma de suas filhas a chamou para sair. Ela logo pegou a bolsa de pano e disse estar pronta para acompanhá-la. A filha sugeriu que mudasse de roupa. “Você quer o que visto ou a minha companhia?”, respondeu Madalena. Apaixonada pelas poesias que cria, ela conta que prefere andar de ônibus ou a pé a ir de carro. “Temos pernas é para andar.” Compras com ela, só o essencial. O seu lazer é mexer na terra, com as plantas e aprender com elas. “A vida simples é uma sabedoria”, avisa. Para ela, ajudar o outro a ter um coração bom são as grandes riquezas do ser humano.

Madalena conta a lenda que lhe serve de inspiração. “Uma vez, um turista viajou para conhecer um grande sábio. Quando chegou, disse a ele que queria conhecer seus móveis. O sábio, muito tranquilo, mostrou que só tinha uma cama e uma cadeira e o convidou a entrar. O homem não aceitou, disse estar só de passagem. O sábio respondeu: ‘Eu também’.” Para essa senhora, a história aponta o que devemos pensar antes dos bens materiais serem nossos donos. “Caixão não tem gaveta. Estamos aqui só de passagem.” (LE)

Viver com o essencial


Este mês, o New York Times publicou um artigo sobre a vida de Graham Hill, que vive em um estúdio de 420 pés. Ele tem seis camisas, 10 tigelas rasas que usa para saladas e pratos principais. Não tem um único CD ou DVD. Era rico, tinha uma casa gigantesca e cheia de coisas – eletrônicos , carros e eletrodomésticos. “De uma certa forma, essas coisas acabaram me consumindo”, disse na entrevista. Em 1998, em Seattle, vendeu sua empresa de consultoria de internet, Sitewerks, por muito dinheiro e passou a comprar muito. Entre as compras, um Volvo preto turbinado. Mas tudo isso passou a incomodá-lo e a ficar sem graça. E ele decidiu viver somente com o essencial.
O fotógrafo francês Eric Valli realizou uma incrível série de fotografias que fazem parte de um projeto que exigiu alguns anos de sua vida. Off The Grid é composto por uma série de imagens de pessoas que decidiram viver em harmonia com a natureza, longe da moderna e predatória civilização.

O conceito do projeto, assim como a ideologia dos fotografados me lembra bastante o longa-metragem dramático Into The Wild, filme de 2007, dirigido por Sean Penn. Into The Wild é baseado no livro de Jon Krakauer, que retrata a verdadeira história de Cristopher McCandless, um jovem recém formado que busca experiências únicas em sua vida e abandona todo o materialismo cotidiano. Nesse excelente filme, o personagem influenciado por suas leituras que vão de Tolstoi a Thoreau, busca a comunhão com a pura e selvagem natureza para então atingir a almejada liberdade. Vale também destacar aqui a sensacional trilha de Eddie Vedder, que complementa a hipnotização visual e sonora que é esse filme.

Voltando ao Off the Grid, Eric Valli encontrou esses “Supertramps” que optaram por viver em lugares remotos, pessoas que não querem mais fazer parte dos problemas que a sociedade cria e não resolve. Então o aventureiro fotógrafo passou alguns anos seguindo quatro deles, buscando a harmonia natural nos mais deslocados cantos dos Estados Unidos da América. Confira abaixo a série de imagens das triunfantes pessoas que abandonaram os centros sociais e foram viver em meio a natureza.

Off The Grid






















http://www.pragmatismopolitico.com.br/2013/04/homens-e-mulheres-que-optaram-por-uma-vida-simples.htmlhttp://www.publistorm.com/off-the-grid-a-vida-longe-da-sociedade/