Welcome To My Blogger
O Blogger "Somos Físicos" aborda assuntos diversos relacionados a Ciência, Cultura e lazer.Todas as postagens são pesquisas coletadas na internet. OUTUBRO ROSA

Welcome To My Blogger

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Técnico em Manutenção de Aeronaves (Profissões)


 Por trás de cada voo concluído com segurança pelos pilotos e comissários, há mais um profissional altamente treinado para sua função: O técnico em manutenção de aeronaves. Durante um voo, a segurança está nas mãos dos pilotos e comissários, mas muito antes disso os "anjos da guarda" da manutenção já trabalharam nas aeronaves garantindo a segurança de todos a bordo. É somente com a plena confiança no trabalho deste profissional que um piloto recebe e aceita uma aeronave para iniciar o seu voo.
O técnico em manutenção de aeronaves é um profissional presente em diversas áreas da aviação tanto civil quanto militar. Basicamente, suas principais atividades são:
- Implantação de boletins técnicos de serviço;
- Trabalho de trouble shooting e pesquisas de panes;
- Efetuar inspeções e testes de segurança (manutenção preventiva);
- Acompanhamento de voos e atendimento de aeronaves em bases remotas;
- Efetuar reparos em todos os sistemas de uma aeronave (manutenção corretiva);
- Construção, modificação ou implantação de melhorias nos diversos sistemas de uma aeronave. 

A PROFISSÃO DO TÉCNICO EM MANUTENÇÃO DE AERONAVES

      A carreira do técnico em manutenção de aeronaves está em constante ascensão. As novas aeronaves operadas pelas companhias aéreas, possuem uma complexidade cada vez maior devido ao aumento do emprego de materiais e tecnologias de era espacial, isso implica na necessidade de profissionais melhor preparados, e alinhados com o que há de mais moderno no mercado.
     O técnico em manutenção de aeronaves inicia sua carreira como estagiário ou mesmo ajudante, até o momento em que efetivamente seja promovido a técnico, em função de suas habilidades e qualificações. Depois de técnico, muitas empresas contemplam os profissionais com vagas de líderes, inspetores, supervisores, ou ainda coordenadores de manutenção. A evolução da carreira do técnico em manutenção de aeronaves, permitirá que o profissional explore outras áreas da companhia como treinamento, engenharia, e as áreas de suporte técnico e Trouble shooting.
     A profissional formado nesta área, pode atuar não somente na manutenção das grandes companhias aéreas, como também em empresas de taxi aéreo, helicópteros, aerodesporto, manutenção de componentes (motores, aviônicos, etc), podendo chegar a atuar também nos próprios fabricantes de aeronaves, nacionais (Embraer, Helibras) e internacionais (Boeing, Airbus, Bell, etc). 

A FORMAÇÃO DO TÉCNICO EM MANUTENÇÃO DE AERONAVES

      O profissional que optar por seguir a carreira na área de manutenção de aeronaves, deverá primeiramente obter as 3 licenças da agência Nacional de Aviação Civil, ANAC, que homologam os técnicos a atuar na área. São 3 áreas de atuação: Grupo moto propulsor, Células de aeronaves e aviônicos. Para cada área de atuação a ANAC emite uma licença e uma carteira específica, habilitando o profissional a atuar em sua respectiva área:
- Grupo moto propulsor (GMP): O técnico pode atuar na manutenção de motores, a pistão e a jato, das aeronaves, assim como nas hélices de aeronaves turbohélices e nos rotores de helicópteros;
- Células de aeronaves (CEL): O técnico pode atuar na manutenção da estrutura da aeronave (célula), e no reparo dos chamados sistemas diversos das aeronaves, como por exemplo: sistemas hidráulicos, pneus, trens de pouso, ar-condicionado, pressurização, pneumática, pintura, entelagem, comunicação, navegação, sistemas elétricos, instrumentos, oxigênio, etc.
- Aviônicos (AVI): O técnico pode atuar na manutenção de todos os sistemas elétricos e eletrônicos da aeronave, assim como nos instrumentos e nos sistemas de comunicação e navegação.
     Para que um técnico obtenha sua certificação, ele deverá primeiramente fazer um curso em uma escola homologada pela ANAC, e em seguida prestar um exame teórico sobre a área pretendida. Naturalmente, o profissional que desejar obter as 3 certificações, precisará efetuar 3 exames teóricos separadamente. Os cursos homologados são divididos em 4 módulos, sendo um módulo para cada especialização e o módulo básico que é o primeiro e obrigatório para qualquer curso, em razão da natureza dos assuntos tratados nele, que são introdutórios. 

MECÂNICO OU TÉCNICO EM MANUTENÇÃO DE AERONAVES?

      Uma confusão muito comum entre os leigos. O mecânico de manutenção de aeronaves, ou MMA como definido pela ANAC, é o profissional certificado pela referida agência nacional a atuar na manutenção de aeronaves, e é detentor de uma ou mais licenças de MMA, expedidas pela ANAC.

 Já o técnico em manutenção de aeronaves, é o profissional que não somente está certificado pela ANAC como também pelo CREA, alcançando com isso o nível técnico em sua certificação.
     E quais os diferenciais que o CREA traz ao profissional? O Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia, ou simplesmente CREA, só certifica profissionais que tenham cumprido uma carga horária mínima, em cursos devidamente certificados. Um curso certificado pelo CREA, busca algo além da formação básica do profissional, ele busca um patamar mais elevado de conhecimentos e capacitação, e abrange uma quantidade maior de matérias, trabalhos e atividades complementares, preparando um profissional de primeira linha para atuação no mercado de trabalho. 
     O profissional de nível técnico, apresenta uma formação mais detalhada que os demais, que o capacita a atuar não somente como mão de obra, mas como um diferencial no processo de produção de sua empresa, capaz de trabalhar com tecnologias e equipamentos que estão além do nível básico do mecânico de manutenção de aeronaves. Suas habilidades envolvem também atividades da área administrativa, como relatórios, laudos, boletins e documentos técnicos que o mecânico não está preparado a elaborar.
No mercado de trabalho, o técnico em manutenção de aeronaves tem maior empregabilidade em comparação ao mecânico, sendo sempre a primeira opção das companhias aéreas durante os processos seletivos.
     O curso de formação da EWM é homologado pelo CREA, portanto todos os profissionais formados em nossos cursos podem atender a todas as exigências da ANAC e do CREA simultaneamente, sem a necessidade de cursos complementares, bastando para isso cumprir toda a carga horária estabelecida. 
http://www.ewm.com.br/curso-tecnico-manutencao/a-carreira-do-tecnico-de-manutencao


Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADEÇO SUA VISITA.
VOLTE SEMPRE.