Welcome To My Blogger
O Blogger "Somos Físicos" aborda assuntos diversos relacionados a Ciência, Cultura e lazer.Todas as postagens são pesquisas coletadas na internet. OUTUBRO ROSA

Welcome To My Blogger

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS (ENEM)

A matéria (a substância) pode passar por transformações.
 Essas transformações podem ou não provocar mudanças significativas na estrutura da molécula. 
Existem dois tipos de transformações:
 As transformações físicas e as transformações químicas.

As transformações físicas são as mudanças passageiras ou reversíveis, isto é, podem ser desfeitas; a matéria não sofre uma modificação em sua natureza, a substância continua sendo a mesma; ela é apenas agitada, os átomos ficam desarrumados, reordenados. 
Este tipo de transformação sempre envolve uma mudança de estado físico, como fusão, ebulição, solidificação, condensação; seja por meio da variação de temperatura ou por meio da pressão.
Exemplos: evaporação de um líquido, derreter um sólido, ou condensar um vapor.
As transformações químicas são quando ocorrem as mudanças mais profundas, frequentemente irreversíveis, isto é, torna-se difícil e as vezes impossíveis de retornar à situação inicial. Esse tipo de transformação sempre envolve uma reação química.
Exemplos: queimar uma folha ou cozer um alimento.
Como saber se ocorreu uma reação química?
Bem, para que a matéria passe por um fenômeno químico (transformação química) é necessário que a substância sofra uma mudança na natureza da molécula, ou seja, tem que haver uma reação química.
Antes de mostrar alguns indícios de como ocorre ou não uma reação química, é importante você entender os pré-requisitos para uma reação acontecer.
Quais são os pré-requisitos para que duas ou mais substâncias reajam?
Para que haja uma reação química é necessário que os reagentes tenham uma certa afinidade, além da afinidade entre as moléculas, tem que acontecer um contato entre elas, este contato tem que gerar um choque efetivo, que gere uma energia tal que rompa as ligações e novas outras sejam formadas, obtendo assim novas substâncias. 
Como reconhecer uma transformação química? Quais os indícios de que houve uma reação química?
Não é difícil de saber se ocorreu ou não uma reação química. Para isto, deve-se observar algumas visíveis modificações. Veja as principais modificações que ocorrem caso haja uma reação química:
Formação de um precipitado: ocorre quando se misturam dois líquidos, por exemplo, e forma-se um sólido e um outro líquido, só que este sólido não se dissolve.
 Por exemplo, quando misturamos nitrato de chumbo e iodeto de potássio, forma-se um precipitado amarelo que é uma nova substância, o iodeto de chumbo.
Mudança de cor: ocorre quando uma grade enferruja, um fruto amadurece ou a misturas de reagentes formam cores diferentes das originais.
Essa alteração física geralmente é resultado de reações em que há transferência de elétrons (oxirredução), ocorrendo a formação de cátions que fornecem a cor característica. Por exemplo, uma solução aquosa de sulfato de cobre II é azul porque possui os cátions cobre (Cu2+). Outro exemplo é a queima dos fogos de artifício, que usa sais de diferentes cátions para originar o efeito colorido que é visto.
Transformações químicas com mudança de cor podem ser vistas em muitos casos, como no apodrecimento das frutas, água sanitária em tecido colorido, queima de papel, cozimento dos alimentos, quando as folhas das árvores vão secando e no enferrujamento dos pregos.
Houve mudança de cor nesses pregos enferrujados em virtude da ocorrência de uma reação de oxirredução
Liberação de gases: acontece quando se misturam duas ou mais substâncias, e a reação entre elas liberam bolhas. Exemplo: a efervescência de um comprimido antiácido na água.
Liberação de energia: é observado quando, por exemplo, uma bomba explode, ou quando se misturam dois ou mais reagentes e estes sem serem aquecidos esquentam-se ou  resfriam-se. (reação exotérmica e endotérmica)
 Liberação de fumaça: durante a combustão do motor do automóvel, a fumaça liberada é resultado de reações químicas.
Eletricidade: Isso acontece, por exemplo, nas pilhas e baterias, que são dispositivos capazes detransformar energia química em energia elétrica por meio de reações espontâneas de oxirredução (em que há transferência de elétrons).

Luz: O aparecimento de chama ou luminosidade é uma evidência de que houve reação. Isso na queima de álcool, do carvão, do palito de fósforos, entre outros.
Como os químicos representam o que ocorreu na prática (a reação química)?
Os químicos representam o que aconteceu na prática através das equações químicas. A equação tem que está balanceada, ou seja, a quantidade de átomos no lado esquerdo da equação tem que ser igual a quantidade de átomos da direita.

C2H2O(l)   +   3 O2(g)   →   2 CO2(g)   + 3 H2O(v)    +   energia
(equação que representa a queima do álcool no motor de um carro)

Para finalizar o texto, pergunto: você sabe a diferença entre reagir e misturar?
A simples mistura de dois ou mais componentes nem sempre implica numa reação química. 
E sendo assim, dizemos que houve um fenômeno físico ou uma transformação física.
Exemplo: misturar areia e barro, pó de ferro misturado à farinha, água e sal.
Agora, quando se misturam substâncias e dessa mistura resulta numa reação química, dizemos que reagiu.
Espero ter contribuído com mais um texto explicativo sobre os tipos de transformações físicas e químicas, bem como, saber como ocorre uma reação química e como identificar e aprender a diferença entre misturar e reagir.
http://www.marquecomx.com.br/2012/07/transformacoes-fisicas-e-quimicas-como.html

2 comentários:

AGRADEÇO SUA VISITA.
VOLTE SEMPRE.