Welcome To My Blogger
O Blogger "Somos Físicos" aborda assuntos diversos relacionados a Ciência, Cultura e lazer.Todas as postagens são pesquisas coletadas na internet.

Welcome To My Blogger

sábado, 30 de agosto de 2014

AMIDO(ENEM)

O amido está presente na batata, na mandioca, farinha e no arroz
O amido está presente na batata, na mandioca, farinha e no arroz

O amido é um polissacarídeo formado pela união de moléculas de α-glicose da amilose e da amilopectina, sendo armazenado em diferentes órgãos vegetais.

O amido é considerado um polímero natural, pois ele é um polissacarídeo, ou seja, é um carboidrato formado pela união sucessiva de várias moléculas de α-glicose. Na realidade, ele é formado por dois polissacarídeos,amilose e amilopectina, que são constituídos de moléculas de α-glicose, mas são ligeiramente diferentes.
amilose corresponde a um polímero de cadeia normal com mais de 1000 moléculas de α-glicose unidas por meio de uma ligação α-1,4’-glicosídica e está presente na proporção de 20 a 30%. Já aamilopectina é constituída por cadeias longas e muito ramificadas de unidades de α-glicose unidas entre a ligação α-1,4’-glicosídica. A ramificação é resultado de ligações cruzadas entre o carbono número 1 de uma unidade de glicose e o carbono número 6 de outra unidade (ligação α-1,6’-glicosídica). A amilopectina corresponde aos 70 a 80% restantes do amido.
A estrutura do amido pode ser representada por:

Trecho de macromolécula de amido formada por ligações glicosídicas entre moléculas de α-glicose
A parte em destaque na figura é uma unidade de α-glicose, e “n” pode variar de 60 000 a 1 000 000 de unidades. Além disso, o amido é considerado um polímero de condensação, pois na sua formação ocorre a condensação das moléculas de α-glicose com eliminação de água.
O amido é a principal fonte de armazenamento de energia nas plantas e, por isso, está presente em raízes, frutos, tubérculos e sementes. Entre as principais fontes de amido na alimentação estão batatas, ervilhas, feijões, arroz, milho e farinha. 

Fontes de amido na alimentação
O amido sofre hidrólise na saliva e no estômago através de uma enzima denominada amilase. A hidrólise do amido na presença de ácido origina a glicose:
(C6H10O5)n + n H2O → n C6H10O5
         amido                          glicose   
     
Essa glicose é transformada em glicogênio, também chamado de “amido animal”, pois assim como o amido é a reserva energética dos vegetais, o glicogênio é a reserva energética dos animais e seres humanos, ficando armazenado principalmente no fígado e nos músculos. Desse modo, quando o organismo precisa de energia, o glicogênio é novamente decomposto em glicose, que é transportada pelo sangue até os tecidos, onde é oxidada, liberando energia.
Além de ser usado na alimentação, na fabricação de glicose, de álcool etílico, de pó para a pele, entre outros, o amido também é aplicado para fabricar a goma da mandioca, da qual se faz uma cola chamada de grude.
Identificação do amido
Os glúcidos ou glícidos (vulgarmente designados por hidratos de carbono ou açúcares) são compostos orgânicos.

Os glúcidos podem ser classificados em: monossacarídeos, oligossacarídeos e polissacarídeos.
Os polissacarídeos podem desempenhar funções de reserva ou estrutural.
Os polissacarídeos de reserva são o amido e o glicogénio. Os polissacarídeos estruturais são a celulose e a quitina.
Os polissacarídeos são constituídos por numerosas unidades de monossacarídeos.
O amido tem as seguintes características:
  • sólido branco;
  • insolúvel em água fria;
  • não é redutor;
  • hidrolisável.
O amido com a água quente forma uma solução chamada cozimento de amido.
A estrutura química do amido é:

http://www.brasilescola.com/quimica/amido.htm
http://biocombustiveis-esag.blogspot.com.br/2008/05/identificao-do-amido.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADEÇO SUA VISITA.
VOLTE SEMPRE.