Welcome To My Blogger
O Blogger "Somos Físicos" aborda assuntos diversos relacionados a Ciência, Cultura e lazer.Todas as postagens são pesquisas e coletadas na internet.

Welcome To My Blogger

terça-feira, 15 de julho de 2014

ESTAÇÃO ESPACIAL

Exploração espacial é o conjunto de esforços do homem em estudar o espaço e seus astros do ponto de vista científico e da sua exploração econômica, fazendo o uso de naves espaciais, satélites artificiais ou sondas espaciais, e muitas vezes fazendo uso de humanos em suas missões: os astronautas. 
A ciência que estuda os vôos espaciais e a tecnologia relacionada com eles é chamada de astronáutica.O céu sempre atraiu a atenção e os sonhos do homem. Há duzentos anos, em uma famosa obra de ficção intitulada "Da Terra à Lua" (1865),
 Júlio Verne escreve sobre um grupo de homens que viajou até a Lua usando um gigantesco canhão. Na França, Georges Melies foi um dos pioneiros do cinema, e em seu filme "Le voyage dans la Lune" (1902) acabou criando um dos primeiros filmes de ficção científica em que descrevia uma incrível viagem à Lua. Em 1964 a Inglaterra também produziu um filme de ficção intitulado “First Men in the Moon” com o título no Brasil de: “Os Primeiros Homens na Lua” O filme começa quando um grupo de astronautas das Nações Unidas está planejando uma nova missão à Lua. 
Os astronautas estão um tanto confusos e, sobretudo, intrigados com a experiência de um homem (Edward Judd). Este homem diz que quando sua noiva, um cientista e ele fizeram esta viagem à Lua há 65 anos atrás, foram atacados pelos 'Selenitas', grotescas formigas com forma humana que vivem em imensas cavernas de cristal. Agora, cabe a essa equipe das Nações Unidas tentar esta alunissagem, uma missão que poderia ser mais aterrorizante do que se havia pensado. Em obras como "A Guerra dos Mundos" (1898) e "The First Men On The Moon" (1901), H. G. Wells também concebe idéias de exploração do espaço e de contato com civilizações extraterrestres.Muito ainda faltava para que o homem pudesse alcançar o espaço exterior, mas este sonho tornou-se realidade, em parte, através das idéias destes visionários e do trabalho de pioneiros. Entre estes pioneiros devemos lembrar os engenheiros de foguetes Robert Hutchings Goddard (EUA), Konstantin Tsiolkovsky (Rússia), Hermann Oberth (Alemanha), e mais recentemente Wernher von Braun (Alemanha) e Sergei Korolev (Ucrânia).

Materiais
  • Garrafas PTE de tamanhos variados;
  • Tampinhas para fazer os conectores entre as naves;
  • Caixa de Papelão comum para confeccionar os painéis solares (ASAS) da nave;
  • ACRILEX (Tinta Acrílica Brilhante) nas cores principais:Preta, Alumínio e Cinza;
  • Pincel;
  • Cola;
  • Estilete;
  • Tesoura;
  • Régua;
  • Cola quente.
  • Montagem
    Clique para ampliar
    Figura 2 - Montando os conectores (também chamado pelos astronautas de nós) com cola quente. 
    Clique para ampliar
    Figura 3 - Exemplo de como fica o (nó) para encaixar cada nave na construção de sua estação orbital 
    Clique para ampliar
    Figura 4 - Esta é a Espaçonave da série Soyuz Russa, ex-URSS. 
    Clique para ampliar
    Figura 5 - Esta também é uma espaçonave RUSSA. 
    Clique para ampliar
    Figura 6 - As naves Salyut e Soyuz atracadas, formando uma estação espacial chamada Salyut-1, lançada em 1971, pesando cerca de 18 toneladas e medindo 4 metros de comprimento, Seu objetivo: observações da Terra e do espaço, experiências médicas e biológicas e testes com novos tipos de ferramentas especialmente projetadas para funcionar em ambiente de “gravidade zero”. 
    Clique para ampliar
    Figura 7 - Esta é a estação orbital SkyLab, ela ficou em órbita por alguns anos e nela foram realizadas varias experiências com aranhas na ausência de gravidade, observações de recursos naturais da Terra inclusive do território brasileiro, observações das manchas solares, etc. 
    Clique para ampliar
    Figura 8 - SkyLab vista de cima. Ela tem apenas um asa solar, pois a outra escapou durante a missão. No dia 12 de julho de 1979 foi possível ver no céu noturno da Austrália, fragmentos incandescentes da estação orbital SkyLab. 
    Clique para ampliar
    Figura 9 - Conector (B): Comportas de ar e também para atracar outras naves na consrução de estações espaciais. 
    Clique para ampliar
    Figura 10 - Conector (A): Comportas de ar para atracar outras naves na consrução de estações espaciais. Esta tem uma antena parabólica na extremidade superior. 
    Clique para ampliar
    Figura 11 - Esta nave RUSSA, levava e trazia tripulações para a Mir. 
    Clique para ampliar
    Figura 12 - Uma parte da minha estação espacial, batizada com o nome: RAMA. 
    Clique para ampliar
    Figura 13 - Vista geral da estação espacial 
    Clique para ampliar
    Figura 14 - Vista geral da estação espacial 
    Clique para ampliar
    Figura 15 - Naves atracando na estação espacial.
  • Esta maquete eu não terminei para que o visitante perceba os materiais usados, também não pintei da cor prata que seria o correto! mas fiz assim para dar mais um tom artístico.
  • Aqui eu usei garras e hastes de laborátório para apoiar a minha estação espacial, mas pode-se prender no teto com linhas de pescar ou similar, pois terá um efeito de levitação, gravidade zero. 
    Clique para ampliar
    Figura 16 - Construção do Skylab, estação orbital norte americana. Oficina realizada com professores da rede pública de ensino, durante o curso: O Sistema Solar Na Sala de Aula, ministrado na Estação Ciência – USP na data de 24/10/2009. 
    Clique para ampliar
    Figura 17 - Construção da Salyut e Soyuz, estação orbital Russa. Oficina realizada com professores da rede pública de ensino, durante o curso: O Sistema Solar Na Sala de Aula, ministrado na Estação Ciência – USP na data de 24/10/2009. 
    Clique para ampliar
    Figura 18 - Estação Orbital completada por todos os grupos de professores, simulando aqui uma estação orbital internacional. Oficina realizada com professores da rede pública de ensino, durante o curso: O Sistema Solar Na Sala de Aula, ministrado na Estação Ciência – USP na data de 24/10/2009. 

    http://davidferreira94.blogspot.com.br/2010/03/pasta-do-samuel.html


  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    AGRADEÇO SUA VISITA.
    VOLTE SEMPRE.