"Somos Físicos". Assuntos diversos relacionados a Ciência, Cultura e lazer.Todos os assuntos resultam de pesquisas coletadas na própria internet.

Welcome To My Blogger

sexta-feira, 28 de março de 2014

ZERO ABSOLUTO

NEBULOSA DE BUMERANGUE (-272 °C)

Zero absoluto, ou zero kelvin corresponde à temperatura de -273,15 °C ou -459.67 °F.
Mas ... o que significa? Será que a ausência de calor? É a temperatura mais baixa possível?Primeiramente é necessário distinguir entre a energia interna, calor e temperatura, para esclarecer as ideias. Calor interno da energia é a energia que uma substância contém dentro de si, devido ao fato de que seus átomos e moléculas estão em movimento. 
O calor é o fluxo ou transferência que ocorre espontaneamente entre dois corpos com diferenças de energia interna. E a temperatura é um conceito inventado pelo homem para atribuir um número a essa energia, para que possamos comparar se ela aumenta ou diminui.Então, quando você diz que aumenta a temperatura de uma substância é porque ela esta sendo aquecida, seus átomos e moléculas se movem mais rápido porque foi 
adicionado energia térmica no sistema. 

E quando dizemos que a temperatura diminui, a substância é resfriado, o que dizer realmente é que os seus átomos e moléculas se movem mais lentamente, porque eles perdem energia térmica forneceram uma medida para a variação de energia, mas não marca os limites relacionados ao movimento molecular. 

Por exemplo, a escala Celsius tem ponto de congelamento e  ponto de ebulição da água. E a figura Fahrenheit os mesmos eventos físicos em 32 e 212 graus.  

A essência do problema é que nenhuma das duas escalas de temperatura inclui o conteúdo de calor zero, a total ausência de calor.
Lord Kelvin (1824-1907), aristocrata britânico e cientista, desenvolveu uma escala de temperatura que começa na ausência de calor, na situação em que uma substância é tão fria quanto pode ser, no zero absoluto. Quando os átomos e as moléculas da substância parar de se mover completamente e não há energia calorífica. O conceito de zero absoluto foi criado pelo físico William Thomsom e ocorre quando um corpo não contém energia alguma, e suas moléculas estão paradas. 
O conceito de zero absoluto corresponderia à temperatura mais baixa existente. Até bem pouco tempo, se acreditava que o zero absoluto jamais poderia ser alcançado.
No entanto, cientistas da universidade alemã Ludwig Maximilian foram capazes de alcançar e ultrapassar o zero absoluto. Essa proeza foi alcançada com a ajuda de lasers e campos magnéticos, através da criação de um gás quântico com átomos de potássio, alinhados adequadamente. Desta forma os cientistas verificaram que a temperatura do gás em questão estava alguns graus abaixo da temperatura conhecida como zero absoluto.
Com este avanço, cientistas acreditam que é possível criar novas formas de matéria. Contudo, os átomos que estiverem abaixo do zero absoluto não serão puxados pela gravidade, e passarão a flutuar.


Até bem pouco tempo a temperatura mais baixa verificada em toda a galáxia era encontrada na Nebulosa de Bumerangue, onde a temperatura mínima é -272º C.
O ramo da física que estuda o conceito de zero absoluto é a termodinâmica, que analisa as causas e os efeitos de mudanças na temperatura, pressão e volume. O zero absoluto faz parte dos princípios e das leis da termodinâmica. 
Zero absoluto ou zero kelvin, que se refere ao nome da unidade para a grandeza temperatura termodinâmica, utilizado para medir a temperatura absoluta de um objeto, com zero absoluto sendo 0 K.


Em Julho de 2013  uma equipe usou lasers e magnetismo para criar gás com átomos de potássio.e atingiram bilionésimos de grau abaixo de -273,15ºC.Os Físicos da Universidade Ludwig Maximilian, em Munique, alcançaram pela primeira vez uma temperatura abaixo do zero absoluto, ao criar um gás quântico ultrafrio feito de átomos de potássio, usando lasers e magnetismo.
Os pesquisadores conseguiram chegar apenas alguns bilionésimos de 1 Kelvin – unidade básica internacional que mede a temperatura de um objeto – abaixo do zero absoluto (o equivalente a -273,15º C). Os resultados estão publicados na edição desta sexta-feira (4) da revista "Science".

Temperatura e energia de um gás

Em meados de 1800, o físico e engenheiro irlandês William Thomson, conhecido como Lorde Kelvin, definiu a escala de temperatura absoluta, que começa numa temperatura equivalente a -273,15º C.
Mais tarde, cientistas perceberam que a temperatura de um gás está relacionada com a energia média de suas partículas. O zero absoluto, portanto, corresponde ao estado teórico em que as partículas não têm nenhuma energia – e as temperaturas mais altas equivalem às energias mais altas.
Apesar disso, na década de 1950, os físicos começaram a perceber que isso não é sempre verdade. Isso porque, normalmente, a maioria das partículas tem uma energia média ou próxima dela – apenas algumas apresentam alta energia. Na teoria, se a situação fosse inversa, com mais partículas concentrando alta energia, a temperatura absoluta passaria de um resultado positivo para um negativo.

No universo dos Cavaleiros do Zodíaco, o Zero Absoluto só é alcançado pelo cavaleiro de bronze Hyoga de Cisne. Hyoga alcançou o zero absoluto na batalha contra Camus de Aquário, cavaleiro de ouro, que também é capaz de alcançar temperaturas muito baixas.
Os Cavaleiros do Zodíaco, é uma série japonesa de mangá, escrita por Masami Kurumada, que também foi adaptada para anime. A série revela cinco Cavaleiros que receberam armaduras sagradas que representam as várias constelações existentes. Este cavaleiros têm a difícil tarefa de proteger a deusa grega Atena reencarnada, numa luta contra os deuses do Olimpo, que tencionam subjugar a Terra.
http://quimicaensinada.blogspot.com.br/2011/12/o-zero-absoluto.html
http://www.significados.com.br/zero-absoluto/
http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2013/01/fisicos-alemaes-conseguem-atingir-temperatura-abaixo-do-zero-absoluto.html

3 comentários:

  1. muito bom, mas eu achei que ainda faltou algo.

    ResponderExcluir
  2. achei muito bom, mas achei que faltou alumas explicaçoes.

    ResponderExcluir
  3. "Contudo, os átomos que estiverem abaixo do zero absoluto não serão puxados pela gravidade, e passarão a flutuar."
    Como é isso? Não basta ter massa para sofrer ação da gravidade?

    ResponderExcluir

AGRADEÇO SUA VISITA.
VOLTE SEMPRE.