Welcome To My Blogger
O Blogger "Somos Físicos" aborda assuntos diversos relacionados a Ciência, Cultura e lazer.Todas as postagens são pesquisas coletadas na internet. OUTUBRO ROSA

Welcome To My Blogger

domingo, 16 de setembro de 2012

O PLÁSTICO

Os materiais plásticos têm um século de existência. As primeiras pesquisas com produtos sintéticos (produtos que não são retirados diretamente da natureza) datam do final do século XIX.
A primeira idade de ouro do plástico ocorreu na década de 20 do século XX, de lá até os dias de hoje sua produção só aumentou (FRANCHETTI e MARCONATO, 2006), sendo que, a partir da segunda guerra mundial ocorreu a maior expansão, graças ao preço barato do petróleo.
A inserção desse novo material na sociedade causou mudanças consideráveis no meio ambiente, pois até o início do século XX , a maioria dos lixos eram biodegradáveis e sua permanência na natureza não era duradoura, com o plástico, acrescentamos um produto ao meio ambiente  que dura mais de cem anos para ser decomposto.
A grande aceitação do plástico se deu basicamente por este ser flexível e de fácil manuseio, utilizado na fabricação de brinquedos, peças automotivas e embalagens dos mais diversos produtos alimentícios. Sendo que, as embalagens mereceram uma maior atenção de nossa parte. 
São dois os principais problemas: um de ordem ambiental e outro de saúde.
A palavra de ordem para solucionar o problema do acúmulo do plástico é reciclagem, pois o material é propício a tal prática, além disso, pode surgir através da reciclagem cooperativas de trabalhadores que, pelo menos em tese, se beneficiarão dessa prática. O que acontece na realidade não é isso! Um dos países que mais recicla são os Estados Unidos e ela ocorre em apenas 1,5% do total de plásticos produzidos, em outros países a situação não é melhor, principalmente naqueles subdesenvolvidos onde a coleta seletiva ainda é uma prática pouco utilizada.
Quanto à saúde, uma análise que minimiza os problemas do uso do plástico é  de que o material possui baixa toxidade, tanto exposto às intempéries como em embalagens de produtos alimentícios. Essa afirmação precisa ser analisada com mais critérios. É verdade que o plástico exposto ao meio ambiente não reage fácil em condições normais de temperatura, porém acumula microorganismos nocivos à saúde e torna-se criadouro de larvas de insetos indesejáveis. Quanto às embalagens, estudos recentes apontam que o plástico exposto a temperaturas superiores a 40º centígrados sofre alterações consideráveis, produtos gordurosos e alcoólicos podem reagir com os plásticos. Por isso esse material não é recomendável para conter tais produtos.

O plástico está em todo lugar. Enquanto você lê este artigo, provavelmente muitos itens de plástico estão ao seu alcance (computador, caneta, telefone). Plástico é qualquer material que possa ser moldado em qualquer formato; alguns existem naturalmente, mas a maioria é feita pelo homem.
Os plásticos são feitos a partir do petróleo. O petróleo é uma matéria-prima rica em carbono, e os plásticos são grandes compostos que contêm carbono. São grandes moléculas chamadas polímeros, que são compostos formados pela combinação de unidades menores (geralmente repetitivas) unidas por ligações covalentes chamadasmonômeros.
 Os químicos combinam vários tipos de monômeros de maneiras diferentes para fazer uma variedade quase infinita de plásticos com propriedades químicas diferentes. A maioria dos plásticos é quimicamente inerte e incapaz de sofrer reações químicas com outras substâncias. Você pode armazenar álcool, sabão, água, ácido ou gasolina em um recipiente plástico sem dissolvê-lo. 
O plástico pode ser moldado em uma variedade quase infinita de formatos; portanto, você o encontra em brinquedos, xícaras, garrafas, utensílios, fios, carros, e até no chiclete.
 Os plásticos revolucionaram o mundo.

Como não reage quimicamente com a maioria das outras substâncias, o plástico não se desintegra. Portanto, o ato de jogar plástico fora representa um problema ambiental difícil e importante. O plástico permanece no ambiente por séculos, então a reciclagem é o melhor método.
 Porém, estão sendo desenvolvidas novas tecnologias para fabricar plástico a partir de substâncias biológicas, como óleo de milho.
 Esses tipos de plásticos seriam biodegradáveis e melhores para o meio-ambiente.
l

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADEÇO SUA VISITA.
VOLTE SEMPRE.