Welcome To My Blogger
O Blogger "Somos Físicos" aborda assuntos diversos relacionados a Ciência, Cultura e lazer.Todas as postagens são pesquisas e coletadas na internet.

Welcome To My Blogger

sexta-feira, 8 de junho de 2012

CAMPO MAGNÉTICO TERRESTRE

Magnetismo se define como a capacidade de atração em imãs, ou seja, a capacidade que um objeto possui de atrair outros objetos. 

É sabido que o Sol é a estrela do nosso sistema solar. Sabemos também que ele emite milhões de partículas por segundo para todas as direções do espaço. Percebemos essas radiações eletromagnéticas, também chamadas de ventos solares, em forma de calor e luz.

A quantidade de radiação que chega até a Terra é menor por conta da proteção exercida pelo campo magnético terrestre. O campo magnético da Terra interage com as radiações eletromagnéticas fazendo com que elas sejam freadas e também atua desviando-as de sua trajetória inicial. Por esse motivo é que podemos dizer que a Terra se comporta como um ímã gigante.
O primeiro a afirmar que a Terra se comportava como um ímã gigante foi o cientista Willian Gilbert. Uma simples experiência pode comprovar esse comportamento da Terra. Tal experiência consistiu na colocação de um ímã suspenso livremente pelo seu centro de gravidade na superfície da Terra. Nesta experiência, repetida diversas vezes, verificou que o ímã sempre se orientava na direção norte-sul, com isso concluíram que realmente a Terra se comportava como um ímã.
Ainda não temos uma explicação correta para a origem do campo magnético terrestre, mas a hipótese mais aceita diz que o campo magnético terrestre se origina das intensas correntes elétricas que circulam seu interior e não da existência de grande quantidade de ferro magnetizado também em seu interior.

O Campo Magnético Terrestre

O magnetismo é o fenômeno físico mais misterioso, em vários aspectos, apesar de esse fenômeno ser já bastante utilizado para vários tipos de tecnologias. No entanto, para entender o mais essencial sobre o campo magnético da Terra é preciso saber o seguinte:
Um campo magnético é gerado por correntes elétricas, isso é comprovado, mesmo a ciência não sabendo ainda o porque isso acontece;
O corpo gerador do campo magnético possui dois pólos, o pólo norte e o pólo sul, esses pólos são determinantes de qual lado do campo será a zona de repulsão e qual será a zona de atração de objetos e partículas;
Quanto mais forte a intensidade da corrente, mas forte será o campo magnético;
O campo magnético se manifesta por forças de atração e repulsão e também, pode induzir a formação de mais correntes elétricas;
Correntes elétricas podem ser formadas por material metálico líquido em movimento ou substâncias iônicas em mesma situação;
Tomando por base esses conhecimentos, a muito tempo se concluiu que o campo magnético terrestre é gerado, em sua maior parte, pela movimentação do núcleo externo, que é composto de níquel e ferro líquidos. Os metais, mesmo em estado líquido, apresentam elétrons livres, isso proporciona uma corrente elétrica no mesmo sentido daquele da rotação do núcleo. A movimentação do líquido metálico é causada pela própria rotação do planeta em torno de seu eixo.

O núcleo externo serve como um dínamo gerador de campo magnético que contribui para a manutenção da vida na Terra.
Esse campo no entanto, não tem os pólos norte e sul alinhados com os pólos norte e sul geográficos e estes mudam de posição periodicamente em um período que pode durar milhões de anos, esta mudança de posição dos pólos foi descoberta por estudos geológicos do solo do fundo dos oceanos entre os anos 40 e 50 do século XX. 
Estes estudos mostraram que as rochas basálticas de diferentes regiões do fundo do Oceano Atlântico possuem os pólos magnéticos em sentidos diferentes quando comparadas.
A orientação desses pólos foi induzida pelas posições dos pólos norte e sul magnéticos do planeta em diferentes épocas, no entanto, o porque disso acontecer é um mistério.
O campo magnético terrestre serve como um escudo protetor contra os ventos solares e radiações cósmicas vindas de outros lugares do Espaço. O campo magnético bloqueia radiações (energia e partículas) contidas no vento solar, no entanto, nos pólos norte e sul magnéticos há vórtices que são regiões em as forças do campo declinam para dentro do planeta, provocando então o efeito contrário, atraindo as partículas e energia para a superfície terrestre.

 

O contato da região da atmosfera chamada ionosfera com essas radiações causa o que chamamos de aurora boreal. Mas porque ao bloquear essas radiações, o campo magnético protege a vida na Terra? Os ventos solares tem o poder de ionizarem a atmosfera e carregarem para o Espaço quantidades dessa e da água na superfície, o que seria mortal para a vida. 
Os estudos mais recentes sobre esse campo, mostram que a intensidade deste vem sofrendo franco declínio, esse fato tem perturbado muitos que apóiam a teoria evolucionista das espécies animais e do tempo geológico terrestre. Se for considerada a taxa de declínio do campo e retrocedermos no tempo, fazendo uma simulação matemática, veremos que para que a intensidade do campo estivesse nos níveis de hoje, após ter sofrido um declínio, à 10.000 anos atrás teria ocorrido níveis absurdos de magnetismo que fariam com que ficássemos pregados ao chão ou a Terra seria desintegrada pelo calor intenso do campo.
Outros dizem que isso é uma afirmação precipitada, uma vez que o campo magnético poderia sofrer periodicamente ou constantemente variações para mais intenso e menos intenso.

Um comentário:

AGRADEÇO SUA VISITA.
VOLTE SEMPRE.